Ricardo Nunes diz à CNN que Edson Aparecido será vice de Rodrigo Garcia


O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), confirmou à CNN que a indicação do partido para compor a chapa majoritária na disputa pelo governo de São Paulo é do ex-secretário de Saúde da cidade, Edson Aparecido. “Ele vai ser o vice do Rodrigo. Tem bastante peso e respeito. A repercussão [do nome de Edson para compor a chapa] foi extremamente positiva”, disse Nunes.

Filiado ao PSDB desde a fundação, em 1988, Aparecido decidiu deixar o partido e se filiar ao MDB no último sábado (2). No dia anterior, o ex-secretário havia sido procurado pelo prefeito Ricardo Nunes e por Baleia Rossi, presidente nacional do MDB.

Em seguida, Edson procurou ex-dirigentes do PSDB, como o senador Tasso Jereissati e o ex-senador José Aníbal, além do presidente nacional do partido, Bruno Araújo, que incentivaram a ida dele para o MDB para fortalecer o projeto estadual. As duas siglas formarão uma aliança junto com União Brasil para lançar uma chapa única à Presidência da República.

Outros nomes haviam sido indicados como possibilidade para fechar uma chapa com Rodrigo Garcia: a prefeita de Itapetininga, Simone Marquetto, a secretária de Cultura da cidade, Aline Torres e o prefeito de Jaguariúna, Gustavo Reis.

Internamente, avaliação do MDB é de que Edson é o nome mais conhecido na capital e pode atrair votos para Garcia. Embora Nunes confirme que a indicação está acertada com PSDB, Edson Aparecido só deverá ser anunciado como vice de Garcia em julho deste ano. “Se a gente não estivesse convicto [da indicação] não teria feito nem a exoneração nem ele teria trocado de partido”, diz Nunes.

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Ricardo Nunes diz à CNN que Edson Aparecido será vice de Rodrigo Garcia no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.