Leila Pereira toma atitude após jogador do sub-15 do Palmeiras ser alvo de Calleri


Garoto que atua na base do Verdão acompanhou a final do Paulistão e acabou sendo alvo da ira do argentino

Depois do episódio polêmico que foi alvo do atacante Jonathan Calleri, o jovem jogador do sub-15 do Palmeiras, Felipe Goto, foi recebido pela presidente alviverde, Leila Pereira, nesta manhã (5), na Academia de Futebol. Atleta da base palestrina ele teve o celular quebrado no último domingo pelo jogador do São Paulo sem fazer qualquer tipo de ofensa ao rival.

A mandatária do Palmeiras recepcionou o jovem, que visitou o centro de treinamento acompanhado pelo pai, ainda foi presenteado pela dirigente com um novo aparelho.

Felipe Goto estava no setor de estacionamento do Allianz Parque no último domingo, quando ao acompanhar a passagem dos jogadores, foi alvo de Calleri, que deu um tapa em sua mão, jogando o aparelho no chão. O vídeo do exato momento do episódio hóstil caiu nas redes sociais e gerou uma forte repercussão, com os torcedores palestrinos “invadindo” os perfis do camisa 9 na web.

REITEROU DESCULPAS

Presente na premiação do Paulistão onde venceu em três categorias, Calleri voltou a pedir desculpas ao jovem do Palmeiras, como já tinha feito um pouco mais cedo, via redes sociais.

“Como já disse, quero pedir desculpas de coração ao menino. Sinceramente, não vi que era menor de idade. Ninguém gostaria de passar por isso. Imagino que sua família trabalhou muito para comprar um telefone para ele e cabe a mim pedir desculpas por isso”, disse o atacante do São Paulo em entrevista à imprensa.

Durante o recebimento dos troféus no evento da Federação Paulista de Futebol, o argentino foi bastante vaiado, justamente em função do episódio com o jovem do Palmeiras.

Leila Pereira toma atitude após jogador do sub-15 do Palmeiras ser alvo de CalleriTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.