Há disposição para construção coletiva da terceira via, diz Eduardo Leite à CNN


O ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB) afirmou à CNN nesta terça-feira (5) que vê como “grande” a chance da chamada terceira via construir coletivamente uma candidatura única à Presidência da República nas eleições 2022.

“É legítimo que cada partido queira protagonizar um projeto politico, mas todos estão imbuídos de um sentimento maior como cidadãos. Não dá para fazer que o Brasil vá para a eleição querendo simplesmente destruir um lado, evitar um lado”, afirmou.

“O ponto é estarmos em condições de apoiar tanto quanto buscamos apoio. A política de faz desse jeito.”

Leite, que renunciou do governo gaúcho para se colocar “à disposição” de seu partido para o pleito, também negou que haja uma “fragmentação” dentro do PSDB, que escolheu nas prévias o nome do ex-governador paulista João Doria como pré-candidato ao posto.

Para Leite, a falta de apoio integral ao nome de Doria dentro do partido e as recentes manifestações de tucanos a favor da candidatura de Leite significam que “o PSDB é um partido que não tem dono, tem quadros”.

Em entrevista à rádio Eldorado ontem (4), Eduardo Leite admitiu a possibilidade de ser vice em uma possível chapa à Presidência da República e ainda citou o nome da senadora Simone Tebet (MDB) como uma das “lideranças” para esse projeto.

“É muito prematuro falar em que posição em que cada um tem que assumir, eu acho que a disposição, a disponibilidade nossa tem que ser construir, apoiando, participando na chapa como vice-presidente, se for o caso”, declarou então.

À CNN, o ex-governador afirmou que a “capacidade eleitoral depende da situação da eleição e do momento que o país está vivendo”, para que o candidato escolhido possa “se conectar com esse momento”.

“As pessoas estão preocupadas em como elas colocam comida na mesa num cenário de inflação e desemprego alto. O tempo político da população em geral ainda não chegou”, avaliou ao ser questionado sobre o resultado das últimas pesquisas eleitorais, que mostram o ex-presidente Lula (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) angariando a maior parte das intenções de voto no momento.

Sobre isso, Leite ainda afirmou que a candidatura em construção do centro, com partidos como o PSDB, MDB e União Brasil, deve ser vista como “a primeira via” que “visa unir e somar forças” no país contra a “polarização” do clima político.

Debate

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Há disposição para construção coletiva da terceira via, diz Eduardo Leite à CNN no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.