Braz deve definir saídas no elenco do Flamengo após não viajar para jogo da Libertadores


Fla tem sido constantemente cobrado por suposta ‘panela’ de jogadores experientes

Vivenciando um momento turbulento, o Flamengo se encontra em Lima para a estreia na edição 2022 da Copa Libertadores. O duelo está agendado para às 21h30 (de Brasília), desta terça-feira, mas pode não ocorrer em função de protestos no Peru. Uma baixa na delegação rubro-negra é o vice-presidente de futebol Marcos Braz, que ficou no Brasil para definir situações importantes sobre o clube.

De acordo com a ESPN.com.br, o dirigente do Flamengo ficou no Rio para avaliar saídas e uma possível reformulação no plantel da equipe comandada por Paulo Sousa. Nos últimos dias, o time carioca tem sofrido uma pressão intensa. Diante deste cenário, a diretoria acelera negociações e trocas no elenco.

As primeiras mudanças se darão nas laterais. Ramon tem saída praticamente certa para o Red Bull Bragantino. Já Renê, embora não tenha um novo time definido, também deixará o rubro-negro brevemente.

Outro atleta que vive situação incerta é Andreas Pereira. Apesar de haver um consenso em prol da permanência do belga-brasileiro, o investimento alto pode ser desfeito. Para ficar com o jogador do Manchester United, o Flamengo terá que desembolsar mais de R$ 60 milhões. O cenário de pressão da torcida sobre o meia também é um agravante em função dos erros.

Diego Alves é outro nome que tem sido bastante questionado, e não tem prestígio da comissão técnica, tanto que o Flamengo oficializou na última semana a contratação de Santos. Vinculado ao clube até o final do ano, o experiente arqueiro pode ser liberado antes mesmo de cumprir todo o contrato. Outros “medalhões” como Diego Ribas, Filipe Luís e Isla também podem figurar no “limpa” rubro-negro.

Braz deve definir saídas no elenco do Flamengo após não viajar para jogo da LibertadoresTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.