Imprensa, deixe os Estaduais em paz!


Depois de três decisões que lotaram os estádios ainda vai aparecer gente detonando os Estaduais. Esqueçam, os Estaduais são um barato! Mas antes de começarem muita gente tenta desmoralizá-los. Alguns dirigentes ameaçam entrar com os reservas e até com os meninos da base, os treinadores avisam que vão usá-los para experiências e os ‘’especialistas” dizem que esses campeonatos são um estorvo para o calendário. A imprensa vem fazendo campanhas agressivas para que eles sejam extintos, mas o que se viu foi um show dos torcedores, vibrantes, coloridos e, melhor, saudáveis.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

O problema da imprensa é que ela funciona como vaquinhas de presépio. Basta um jornalista mais influente ser radical, enfático, em sua opinião, vários outros que não dominam muito bem o tema começam a seguir essa cartilha. Com os Estaduais vem funcionando assim. Algum especialista, não duvido que tenha vindo de algum fisiologista, disse que os Estaduais são os responsáveis pela catástrofe vivida pelo futebol brasileiro e todos acreditaram, virou verdade absoluta.

E o mais curioso são os torcedores desse novo normal que falam como técnicos, fazem longas análises e apoiam o clube colocar para jogo seus times B, C, D. Essa turma tem que entender que os Estaduais são sagrados. Tanto são que o técnico português do Fla entrou na corda bamba, Roger, do Grêmio, vibrou como uma criança, a torcida do Galo deu mais um show e o Palmeiras conseguiu uma virada histórica contra o São Paulo, que certamente entrará para a história. Basta ver o choro do Abel Ferreira e o depoimento dos jogadores após a partida. E as mesas-redondas com aqueles donos da verdade tendo que se render ao espetáculo.

Futebol é espetáculo e quem dá as cartas é o torcedor. Perguntem hoje ao Rogério Ceni se ele acha que a derrota foi inexpressiva por ter ocorrido em uma final de Estadual. Perguntem ao David Luiz, ao Rafinha, do São Paulo, pateticamente expulso. O Estadual fez Ganso renascer, Roger respirar aliviado e Hulk continuar exibindo seus músculos. Tive o privilégio de estar em São Paulo, no Clube Pinheiros, com amigos médicos, e testemunhei a felicidade nos olhos de jovens e crianças palmeirenses. Penso em até voltar a morar em São Paulo, cidade onde a imprensa me bateu muito, mas aprendi a respeitar. Imprensa, deixe os Estaduais em paz!

Pérolas da semana:

O time está defendendo no 4-5-1, para atacar a linha de cinco do adversário e desconfigurar o sistema através de alçadas de bolas vivas. Isso tudo para encontrar o atacante que penetra por dentro e chapa de primeira.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.