Comissão técnica do Cruzeiro tem custo mensal baixíssimo; veja o salário de Pezzolano


Gestão de Ronaldo no Cruzeiro é de contenção de gastos, por isso os vencimentos de Paulo Pezzolano são considerados baixos

Apesar da derrota diante do Atlético-MG na decisão do Campeonato Mineiro realizada no último final de semana, o trabalho do técnico uruguaio Paulo Pezzolano à frente do Cruzeiro vem sendo considerado bastante satisfatório entre torcedores e diretoria do clube celeste.

Além de ter chegado à final estadual, o comandante de apenas 38 anos de idade conseguiu levar a Raposa à terceira fase da Copa do Brasil – a equipe enfrenta o Remo na próxima etapa.

E o salário de Paulo Pezzolano segue a filosofia de contenção de altos gastos da gestão de Ronaldo Fenômeno. Segundo o jornalista Jorge Nicola, o treinador juntamente com toda sua comissão técnica tem o baixíssimo custo de R$ 200 mil por mês.

Comparando com outros técnicos de clubes grandes do país, é possível observar o vencimento modesto do cruzeirense. O português Abel Ferreira, por exemplo, é o treinador mais bem pago do Brasil com salário de R$ 2,7 milhões mensais recebidos do Palmeiras.

Ainda de acordo com Nicola, o argentino Turco Mohamed, do rival Galo, tem salário na casa de R$ 1 milhão, mesmo valor que o português Luís Castro recebe no Botafogo.

Vitor Pereira, do Corinthians, com R$ 1,8 milhão, Paulo Sousa, do Flamengo, com R$ 1,3 milhão, Rogério Ceni, do São Paulo, com R$ 800 mil, e Juan Pablo Vojvoda, do Fortaleza, com R$ 400 mil, são outros comandantes com altos salários citados pelo jornalista.

Por fim, Jorge Nicola disse que a folha salarial do Cruzeiro é de R$ 2,4 milhões por mês. Ou seja, os vencimentos de todos os jogadores do elenco não chegam ao valor que Abel Ferreira ganha no Palmeiras.

Comissão técnica do Cruzeiro tem custo mensal baixíssimo; veja o salário de PezzolanoTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.