Blocos de Carnaval de rua anunciam intenção de desfilar em São Paulo neste ano


As principais entidades responsáveis pela organização do Carnaval de rua em São Paulo divulgaram uma carta, nesta segunda-feira (4), em que manifestam a intenção de desfilar com os blocos nas ruas da capital paulista durante o feriado de Tiradentes.

A data, que neste ano cai em 21 de abril, foi a escolhida pela Prefeitura de São Paulo para a realização do tradicional desfile das escolas de samba no Sambódromo do Anhembi, que estava inicialmente previsto para 25 e 26 de fevereiro. A decisão foi tomada devido ao avanço da variante Ômicron da Covid-19 no Brasil.

O manifesto, intitulado de “Carnaval de Rua Livre com Diversidade e Democracia”, conta com o apoio de seis organizadoras responsáveis por cerca de 85% dos blocos que costumam desfilar pelas ruas e avenidas de São Paulo.

As entidades argumentam ser possível garantir que os blocos de rua realizem os desfiles sem comprometer a saúde da população, visto que as condições sanitárias na capital paulista já são favoráveis à realização de eventos.

“Nos dias atuais, o cenário sanitário parece promissor e estável. Festivais, campeonatos esportivos, eventos religiosos e de negócios estão acontecendo normalmente. O sambódromo já está com festa marcada e não há justificativa para proibir carnaval de rua livre, diverso e democrático, nesse abril de 2022”, diz a carta.

O documento diz ainda que as entidades responsáveis pelo Carnaval de rua não colocaram os blocos na rua e cumpriram com a responsabilidade coletiva. “Para defender a vida nós ficamos em casa o tanto quanto foi possível nos últimos dois anos”, afirma o documento.

Em janeiro, os blocos de rua de São Paulo divulgaram um manifesto desistindo do Carnaval deste ano. Na ocasião, as entidades afirmaram que não foram incluídas pelo poder público nas discussões para organização da festa.

Resposta da Prefeitura

Procurada pela CNN, a Prefeitura de São Paulo reiterou que o Carnaval de rua na capital paulista foi cancelado neste ano e que “o cancelamento permanece em vigor”.

Através de nota enviada por meio da Secretaria Municipal das Subprefeituras, a Prefeitura afirmou que “os próprios blocos se anteciparam e optaram pelo cancelamento” e que a proximidade com a data do feriado impossibilita o planejamento para os desfiles de rua.

“Além das medidas expostas acima, acrescentamos que não há mais tempo hábil para organizar desfiles de blocos de rua, evento que exige meses de planejamento antecipado, como é de conhecimento público”, diz a nota.

A administração municipal também afirmou que espera que as entidades responsáveis pelos blocos de rua cumpram o cancelamento e “evitem eventos sem o aval e a organização por parte do poder público para não colocar as pessoas em risco absolutamente desnecessário”.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Blocos de Carnaval de rua anunciam intenção de desfilar em São Paulo neste ano no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.