Cruzeiro entra com recurso para suspender ‘transfer ban’ da CBF


Raposa está punida pelo CNRD por conta de uma dívida com Atlético-AC; recurso será julgado em tribunal do Rio de Janeiro

Impedido de registrar atletas pela CBF por conta de uma dívida mantida com o Atlético-AC, o Cruzeiro decidiu ir à Justiça e entrar com uma liminar para poder reverter a pena e inscrever os reforços para a disputa da Série B do Brasileiro.

De acordo com o GE, o recurso (agravo de instrumento) aconteceu no dia 30 no Tribunal de Justiça do Acre. No entanto, tal pedido terá que ser julgado no Rio de Janeiro, conforme decisão expedida pela desembargadora Regina Ferrari ao analisar o pedido feito pela Raposa. Na decisão da magistrada, a ação terá de ser julgada no ‘foro da sede da CBF’, que fica no Rio.

No texto da decisão, a juíza alega que, pelo fato de CNRD (Câmara Nacional de Resolução de Disputas) ser ligado à CBF e a entidade é ‘parte necessária’ no processo, o entendimento é que toda a discussão da ação para suspender ou não o ‘transfer ban’ deverá ser feita nos tribunais do Rio e não no Acre, onde a liminar do Atlético local foi deferida.

O Atlético-AC pede o pagamento de R$ 900 mil  (valor atual de R$ 1,2 milhão) pelo Cruzeiro referentes a uma dívida do empréstimo do atacante Careca, que teve passagem rápida pelo clube em 2017. O clube havia sido punido pelo CNRD em julho de 2021, sendo obrigado a pagar a dívida com o clube acreano.

Como o pagamento não fora creditado até dezembro, recebeu punição de seis meses sem poder inscrever atletas, com base nas regras do órgão (artigo 42), mas a Raposa conseguiu judicialmente derrubar a punição, o que fez com que o clube acreano buscasse na Justiça uma liminar, que fora conseguida na última semana através da Vara Cível de Rio Branco. E o que forçou ao clube recorrer da sentença.

Cruzeiro entra com recurso para suspender ‘transfer ban’ da CBFTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.