Após vice do Flamengo no Carioca, Landim desiste de cargo na Petrobras


Depois de ter o seu nome indicado pelo Ministério de Minas e Energia para a presidência do Conselho de Administração da Petrobras, Rodolfo Landim anunciou, em nota oficial no site do Flamengo, que abriu mão do cargo na estatal. A decisão foi anunciada na madrugada deste domingo, 3, horas depois do Rubro-Negro perder a final do Campeonato Carioca para o rival Fluminense.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

“Apesar do tamanho e da importância da Petrobras para o nosso país, e da enorme honra para mim em exercer este cargo, gostaria de informá-lo que resolvi abrir mão desta indicação, concentrando todo meu tempo e dedicação para o ainda maior fortalecimento do nosso Flamengo”, escreveu o dirigente.

Na nota publicada no site oficial do Flamengo, Rodolfo Landim ainda revelou que enviou um documento ao Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, no qual demonstra “preocupação em não conseguir, dada a dedicação que as duas instituições demandariam nesse momento, exercer ambas as funções com a excelência desejada”. 

Já em relação ao Flamengo, o presidente rubro-negro disse que “os últimos acontecimentos me demonstraram a necessidade de termos todos nós o compromisso de um grau ainda maior de dedicação e foco ao Clube.”   

Rodolfo Landim teve o seu nome indicado ainda no começo da última semana, no dia 28, para disputar o cargo na presidência do Conselho de Administração da Petrobras. Assim como outros indicados, ele ainda teria que passar pela aprovação de uma assembleia de acionistas da estatal, marcada para o dia 13 de abril.

Presidente do clube rubro-negro desde 2019, Landim foi reeleito no ano passado para o atual mandato, que se encerra em 2024. Apesar de ficar conhecido como presidente do Flamengo, o dirigente atuou na Petrobras durante 26 anos, atuando em cargos de gestão dentro da empresa.

Continua após a publicidade


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.