Polícia se ofereceu para prender Will Smith, diz produtor do Oscar


A polícia de Los Angeles estava pronta para prender o ator Will Smith na cerimônia do Oscar neste domingo (27) por dar um tapa no apresentador Chris Rock, disse o produtor da cerimônia de Hollywood, Will Packer, em entrevista transmitida nesta sexta-feira (1).

As autoridades não tomaram nenhuma medida porque Rock se recusou a prestar queixa, disse o produtor Will Packer, ecoando o que um porta-voz da polícia disse no domingo. “Eles estavam dizendo, você sabe, isso é ‘pilha’, foi uma palavra que eles usaram naquele momento”, disse Packer em entrevista ao programa “Good Morning America” ​​da ABC.

“Os policiais disseram: vamos pegá-lo, estamos preparados para pegá-lo agora”, acrescentou Packer. Durante a transmissão ao vivo do Oscar, Smith subiu no palco depois que Rock fez uma piada sobre a aparência da esposa de Smith e deu um tapa no rosto do comediante. “Era como se alguém tivesse derramado concreto naquela sala”, lembrou Packer. “Foi esse sentimento de – o que aconteceu? Isso é real?”

Menos de uma hora depois, Smith fez um discurso emocionado ao receber o prêmio de melhor ator por seu papel em “King Richard, Criando Campeãs”. Enquanto Smith subia ao palco para receber o prêmio, Packer disse que alguns membros da plateia aplaudiram de pé para oferecer apoio ao ator depois do que acabou de acontecer.

“Todas essas pessoas viram seu amigo em seu pior momento e esperavam que pudessem encorajá-lo e erguê-lo, e que ele tentasse de alguma forma melhorar”, disse ele. Nos bastidores, a polícia estava discutindo opções com Rock, disse Packer.

Segundo Packer, Chris Rock estava desdenhando das opções oferecidas pela polícia. “Ele estava tipo, ‘Não, não, não, eu estou bem’, até o ponto em que eu disse: ‘Rock, deixe-os terminar’”, acrescentou o produtor.

Ele então comunicou à liderança da Academia que Chris Rock não queria que Smith fosse retirado. “Eu disse que Rock deixou claro que ele não quer piorar uma situação ruim”, disse Packer.

Representantes de Rock não responderam imediatamente a um pedido de comentário. Smith se desculpou com Rock, produtores e telespectadores em um comunicado na segunda-feira (28), dizendo que “reagiu emocionalmente”. Leia história completa

A piada de Rock sobre a esposa de Smith, Jada Pinkett Smith, fez uma referência ao filme de “G.I. Jane”, pelo qual a atriz Demi Moore raspou a cabeça. Não ficou claro se Rock estava ciente de que Jada Pinkett Smith tem uma condição médica que causa queda de cabelo.

Um porta-voz da polícia disse no domingo que o indivíduo envolvido no incidente se recusou a prestar queixa, mas não forneceu detalhes sobre as interações na premiação. A decisão de Rock de continuar apresentando um prêmio depois de ser atingido salvou o show, disse Packer.

“Como Chris lidou com o momento com tanta graça e desenvoltura, permitiu que o show continuasse”, disse Packer. “Ele certamente salvou o que restava dele naquele momento.”

Este conteúdo foi originalmente publicado em Polícia se ofereceu para prender Will Smith, diz produtor do Oscar no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.