Atlético-MG se posiciona contra final única no Mineiro em 2023


Federação Mineira deve manter regulamento de 2022 e ter final do estadual em jogo único

A final do Campeonato Mineiro, marcada para este sábado (2) entre Atlético-MG e Cruzeiro, nem aconteceu, mas já há questões sobre como será a decisão em 2023, o que pode gerar uma ‘rusga’ entre os atleticanos e a Federação Mineira de Futebol (FMF).

É que a intenção da entidade, segundo o Uol Esporte, é de que o regulamento da decisão, que será nesta temporada em partida única, também  será mantido em 2023 e deverá se a tendência nos próximos anos, segundo as indicações da FMF. Mas isto terá que esbarrar na reprovação do Galo, que vem desde o arbitral da competição.

O Atlético-MG foi o único dos times que disputaram o Mineiro de 2022 a se opor a uma decisão em jogo único. Nos bastidores, os atleticanos veem uma manobra que poderia ‘ajudar’ o grande rival Cruzeiro se este fosse à final (como aconteceu) e que o regulamento da decisão daria vantagens à Raposa, especialmente por evitar que o atual campeão brasileiro pudesse ter benefícios se a final fosse em dois jogos.

A disparidade dos dois elencos também influi para a revolta atleticana neste caso. Se a final fosse em duas partidas, poderia haver uma maior chance do time conquistar o título se o regulamento beneficiasse o Galo, que teve a melhor campanha do que a Raposa. Existe já a movimentação do clube em não querer final única em 2023, mas é o único a não aprovar esta regra.

A FMF pretende manter o jogo decisivo deste modo para o Mineiro de 2023, entendo já um sucesso desta fórmula. Além do lado competitivo, a entidade também aponta o sucesso na venda de ingressos e a repercussão da partida como fatores para manter o regulamento para o próximo ano e a possibilidade de tornar a decisão um evento especial.

“A nossa ideia é transformar esta final num produto comercial, algo agradável ao torcedor. Estamos preparando uma série de novidades, coisas diferentes, para que as pessoas possam ver isso como um evento, não como só um jogo de futebol. A Federação abraçou essa ideia e a gente vê que só se tem a ganhar com o interesse das pessoas, das marcas”, afirmou o diretor de competições da entidade, Leonardo Barbosa.

Atlético-MG se posiciona contra final única no Mineiro em 2023Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.