Técnico e companheiros saem em defesa de Maguire após vaias


O triunfo da Inglaterra sobre a Costa do Marfim por 3 a 0, em amistoso realizado na última terça-feira, 29, em Wembley, segue causando grande repercussão no Reino Unido, com o zagueiro Harry Maguire como protagonista. O jogador do Manchester United foi bastante vaiado durante o anúncio da escalação e também em momentos do jogo. O técnico Gareth Southgate e diversos atletas do English Team saíram em defesa de Maguire. 

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

“Aquela recepção foi uma piada. O que ele já fez por nós, a forma como joga pela Inglaterra, é fenomenal. Eu não entendo. Ou estamos todos juntos nessa ou não estamos. Ele enverga uma camisa da Inglaterra, e só por isso já deveria ser apoiado, mas além disso, por todo que ele já apresentou pela seleção, eu realmente não entendo “, afirmou Southgate em declarações à Sky Sports após a partida. “Embora ele esteja passando por um momento difícil, ele vai superar porque é um grande jogador”, afirmou.

O capitão da equipe Harry Kane, também se mostrou indignado. “Trabalhamos duro para reconstruir a ligação com os torcedores ingleses nos últimos anos, por isso não é justo ouvir as vaias a Harry Maguire antes do início do jogo”, escreveu Kane, do Tottenham, no Twitter. “O fato de ele ter sido brilhante em campo e ter nos dados tantas alegrias torna isso ainda mais difícil de entender. Ele não merece esta recepção, tem o apoio total no vestiário e deve ocorrer o mesmo entre os torcedores.”

Continua após a publicidade

Jordan Henderson, do Liverpool, outro dos líderes da equipe, também manifestou seu apoio de forma bastante direta. “Não consigo parar de pensar no que aconteceu em Wembley. Maguire tem sido um colosso para a Inglaterra. Sem ele, o progresso ocorrido nos últimos anos não seria possível. Ser vaiado no próprio estádio, por razão nenhuma? O que nos tornamos? O que aconteceu é simplesmente errado. No papel de alguém que quer vencer pela Inglaterra, me sinto um felizardo de dividir vestiário com ele. Sentimos o mesmo!”, cravou Henderson.

 

Declan Rice também tratou o ocorrido como “vergonhoso” e Jack Grealish disse que esta “atitude ridícula” abalou a toda a equipe. Maguire, de 29 anos, não atravessa bom momento no Manchester United. Em 2019, ele foi comprado junto ao Leicester por 87 milhões de libras, quantia recorde para um zagueiro. Ele foi um dos destaques da Inglaterra na campanha do quarto lugar na Copa do Mundo de 2018 e no vice-campeonato da Eurocopa do ano passado.

Continua após a publicidade


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.