Fórmula 1: Hamilton relata tensão na Arábia Saudita: “Só queria ir embora”


Hamilton temeu pela segurança de todos no segundo GP da temporada da Fórmula 1

Em entrevista após o Grade Prêmio da Arábia Saudita de Fórmula 1, Lewis Hamilton admitiu estar aliviado em deixar o país depois do atentado a uma refinaria de petróleo da cidade de Jeddah, localizada a 10 km do autódromo.

“Estou muito feliz por esse fim de semana ter acabado e por todos estarem bem. A única coisa que eu quero é ir embora.” – afirmou Hamilton, que ao ser perguntado se retornaria à Arábia Saudita no ano que vem se limitou a dizer: “Eu só quero ir para casa”.

Mercedes tentou explicar confusão com Hamilton na Arábia Saudita

Toto Wolff falou sobre toda a confusão que fez com que Hamilton chegasse apenas em décimo lugar no Grande Prêmio da Arábia Saudita de Fórmula 1 após o inglês da Mercedes F1 ter sido chamado para o box durante o safety car, pouco depois de ter passado da entrada dos boxes.

“E então, obviamente, Alonso desacelerou durante a volta, Ricciardo quebrou na entrada [dos boxes] e nós dissemos a ele para entrar, mas havia uma dupla bandeira amarela com um carro desacelerando e outro parado. Então, essa foi apenas uma situação confusa e ele passou com a desaceleração por causa da confusão, isso nos fez sair atrás de Magnussen e, obviamente, o jogo acabou.” – disse Toto Wolff.

Quando a Fórmula 1 retornará?

Depois da segunda corrida da temporada com a vitória de Max Verstappen, o circo da Fórmula 1 volta a se reunir no mês de abril, nos dias 07, 08, 09 e 10, para o Grande Prêmio da Austrália, que será realizado no circuito de Albert Park em Melbourne. A largada está marcada para a madrugada de sábado para domingo, às 2h (de Brasília), e será transmitida pela TV Bandeirantes.

Classificação do mundial de Fórmula 1

1) Charles Leclerc (Ferrari) – 45 pontos

2) Carlos Sainz Jr. (Ferrari) – 33 pontos

3) Max Verstappen (Red Bull F1) – 25 pontos

4) George Russell (Mercedes F1) – 22 pontos

5) Lewis Hamilton (Mercedes F1) – 16 pontos

6) Esteban Ocon (Alpine F1) – 14 pontos

7) Sergio Perez (Red Bull F1) – 12 pontos

8) Kevin Magnussen ( Haas F1) – 12 pontos

9) Valtteri Bottas ( Alfa Romeo F1) – 8 pontos

10) Lando Norris ( McLaren) – 6 pontos

11) Yuki Tsunoda (AlphaTauri) – 4 pontos

12) Pierre Gasly (AlphaTauri) – 4 pontos

13) Fernando Alonso (Alpine F1) – 2 pontos

14) Zhou Guanyu ( Alfa Romeo) – 1 ponto

Fórmula 1: Hamilton relata tensão na Arábia Saudita: “Só queria ir embora”Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.