Após bater recorde, astronauta americano volta para casa em espaçonave russa


Um astronauta americano irá voltar para casa na quarta-feira (30), após quebrar o recorde dos Estados Unidos para o maior tempo consecutivo no espaço, concluindo quase um ano na Estação Espacial Internacional.

Apesar da guerra entre a Rússia e a Ucrânia, Mark Vande Hei, da NASA, voltará em uma espaçonave da agência espacial russa com dois cosmonautas, Anton Shkaplerov e Pyotr Dubrov, pousando no Cazaquistão.

O momento irá ressaltar colaboração pacífica no espaço entre os Estados Unidos e a Rússia, ou será uma viagem verdadeiramente embaraçosa. O administrador da NASA, Bill Nelson, disse recentemente que esperava que o voo de Vande Hei acontecesse “sem problemas”.

“A relação profissional entre os astronautas e cosmonautas a bordo da estação, bem como a relação profissional entre o controle da missão em Houston e Moscou, continua inalterada”, disse Nelson em uma ligação com repórteres em 23 de março.

Esse profissionalismo vai contra as manobras publicitárias feitas por Dmitry Rogozin, chefe da agência espacial russa Roscosmos. No início deste mês, ele postou um vídeo bizarro retratando os cosmonautas aparentemente deixando Vande Hei para trás. Recentemente, Rogozin publicou outro vídeo mostrando trabalhadores cobrindo bandeiras dos EUA e de outras nações em um foguete russo. Apesar disso, a NASA garante que Vande Hei voltará para casa em segurança.

Quando a expedição terminar, Vande Hei e Dubrov terão passado 355 dias na estação espacial e circulado a Terra 5.680 vezes, quebrando o recorde do americano Scott Kelly, que ficou 340 dias consecutivos no espaço. No entanto, o recorde mundial ainda é do cosmonauta russo Valeri Polyakov, que ficou quase 438 dias consecutivos no espaço.

O post Após bater recorde, astronauta americano volta para casa em espaçonave russa apareceu primeiro em Planeta.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.