Guerra piorou cenário que já era ruim para cadeia de suprimentos, diz professor


A eclosão da guerra na Ucrânia piorou um cenário que já era ruim para a oferta de suprimentos básicos no mundo e cria um ambiente ainda menos favorável para preços e para os consumidores do mundo todo.

A análise é do economista Edmilson Moutinho, professor do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (USP), que afirma que o conflito pode ainda levar a novas sanções e rupturas e ainda mais aumentos de preços.

“A guerra trouxe mais incertezas e mais riscos de rupturas de suprimentos e de energia de um país grande produtor, em um ambiente que já era de demanda pelos insumos crescendo mais do que a oferta”, explicou Moutinho, que falou em entrevista à CNN neste domingo (27).

“Então mais incertezas, em um ambiente já bastante apertado contra os consumidores, leva a essas ondas explosivas de preços”, completou.

Ele diz que um eventual cenário de negociação entre as potências do ocidente e a Rússia poderiam ajudar a ao menos estabilizar o preço de produtos como o petróleo, mas esta saída tem visto como pouco possível por ora.

“Os riscos são inúmeros”, afirmou.  “Ainda existe o risco de um corte de suprimentos pelos russos. Outro risco é o das sanções contra a Rússia virem a cobrir o petróleo, o que ainda não acontece hoje, e o risco de ruptura de infraestrutura. Muitos oleodutos e gasodutos que abastecem a Europa passam pela Ucrânia, e podem ser bombardeados.”

*Texto publicado por Juliana Elias

Este conteúdo foi originalmente publicado em Guerra piorou cenário que já era ruim para cadeia de suprimentos, diz professor no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.