Equipe da CNN ouve explosões e sirenes de ataque aéreo; há fogo em Lviv


John Berman, da CNN, viu fumaça subindo de trás de uma colina perto da cidade ucraniana de Lviv, na Ucrânia, neste sábado (26), após uma série de três explosões.

“Não vemos nenhum ataque na cidade em si, mas fumaça subindo do horizonte atrás daquela colina após três grandes explosões”, disse Berman aos telespectadores.

A região de Lviv fica a Oeste da Ucrânia, perto da fronteira com a Polônia.

O local é diferente do atingido na última semana. O incêndio provocou uma coluna de fumaça muito intensa.

O prefeito de Lviv, Andriy Sadovyi, disse que com resultado do bombardeamento, um dos objetos industriais onde o combustível é armazenado está queimando.

“A infraestrutura habitacional não funcionou. Todos os serviços relevantes estão trabalhando no local. Peço a todos que fiquem atentos ao alarme”, escreveu o prefeito em uma rede social.

Bombeiros que trabalham no local tentam conter as chamas.

Mais cedo, a equipe da CNN ouviu sirenes de ataque aéreo. O presidente dos EUA, Joe Biden, está em Varsóvia, que fica a 400 quilômetros de Lviv.

Em seu perfil no Facebook, o governador de Lviv, Maxim Kozytsky, disse que ocorreram dois ataques de mísseis na localidade e que cinco pessoas ficaram feridas na ofensiva.

“Não ande na rua! Não tire fotos de nada! Não leia informações em canais de telegramas anónimos e não compartilhe de lá”, disse a autoridade ucraniana em sua página do Facebook.

Don Lemon, correspondente da CNN em Lviv
Don Lemon, correspondente da CNN em Lviv / CNN

Segundo o correspondente da CNN Don Lemon, o prefeito da cidade fez ainda um apelo para que as pessoas fossem para abrigos construídos na Segunda Guerra Mundial.

Lemon, que está no local, narra a situação em Lviv. Assista ao vídeo.

 

Este conteúdo foi originalmente publicado em Equipe da CNN ouve explosões e sirenes de ataque aéreo; há fogo em Lviv no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.