Diminuição de propaganda impacta adesão à vacina, avalia imunologista


Jorge Kalil, imunologista e professor titular da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) disse à CNN que a diminuição de propaganda do governo impacta a adesão às vacinas.

“A baixa adesão de vacinação no Brasil vem diminuindo, desde 2009, porque houve diminuição dos investimentos em propaganda de vacina” afirma Kalil.

O professor afirma que há necessidade de ampliar as informações para o público.

“Falta intensidade do governo de informar a população da necessidade de vacina.”

O imunologista ressalta que falta uma “retomada da consciência” para ampliar a vacinação infantil, tanto contra a Covid, quanto outras doenças.

Hoje o Brasil tem pouco mais de 50% das crianças de cinco a 11 anos vacinadas contra a Covid-19. 

“As pessoas precisam entender da importância das vacinas, é de graça, protege”, disse.

Assista ao vídeo completo.

 

 

Este conteúdo foi originalmente publicado em Diminuição de propaganda impacta adesão à vacina, avalia imunologista no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.