Atlético-MG pagará a Cristián Pavón quantia milionária de luvas após assinatura de contrato


Cristián Pavón tem contrato com o Boca Juniors até junho de 2022

Em litígio com o Boca Juniors, Cristián Pavón se acertou com o Atlético-MG para 2022. O atacante será o oitavo estrangeiro do clube que já conta com Diego Godín, Junior Alonso, Dylan Borrero, Matías Zaracho, Nacho Fernández, Jefferson Savarino e Eduardo Vargas.

Alvo de Athletico Paranaense e Santos no começo do ano, Cristián Pavón já assinou pré-contrato de quatro temporadas com o Galo. Vinculado ao Boca Juniors até junho, o Atlético-MG chegou a um acordo com o argentino e ofereceu um pacote financeiro vantajoso.

O Torcedores.com apurou que Cristián Pavón terá direito a luvas de R$ 16 milhões após assinar contrato com o Atlético-MG. O valor será diluído ao longo dos 48 meses de compromisso com o clube.

Além de pagar premiação milionária, o Atlético-MG decidiu valorizá-lo financeiramente com salários de R$ 1,2 milhão por mês. O “pacote” inclui os vencimentos do atleta, luvas, moradia, transporte e outras vantagens.

As negociações foram conduzidas pelo diretor executivo de futebol Rodrigo Caetano com o empresário Fernando Hidalgo. Internamente, Cristián Pavón é considerado uma boa “oportunidade de mercado”. Por isso, o clube fez um esforço para garantir a contratação dele.

A ideia do Atlético-MG era que o atleta chegasse a Cidade do Galo no começo do ano, mas sua vinda ocorrerá apenas no segundo semestre após se desvincular do Boca Juniors. O atleta tem vínculo com o clube argentino até junho de 2022.

A carreira de Cristián Pavón

Cria do Talleres, Cristián Pavón foi adquirido pelo Boca Juniors em 2014. Ele custou US$ 3,4 milhões (R$ 19 milhões, à época) aos cofres do clube. Entretanto, o atacante não conseguiu se firmar na sua primeira temporada pela equipe Xeneize.

Posteriormente, foi emprestado ao Colón onde teve passagem destacada. Ao retornar ao Boca Juniors, o jogador, nesse meio tempo, se tornou peça-chave no time comandado por Guilhermo Barros Schelotto. E, por isso, acumulou boas atuações e títulos pelo clube.

Em 2019, Cristián Pavón deixou novamente o La Bombonera. Mas desta vez foi seduzido pelos dólares do Los Angeles Galaxy. Nas duas temporadas que atuou na Major League Soccer, o atleta disputou 35 jogos, marcou 14 gols, fez oito assistências e entrou para a seleção da MLS.

No ano passado, por exemplo, o ponta-esquerda disputou 36 partidas pelo Boca Juniors, sendo sete na Copa Libertadores da América, 21 no Campeonato Argentino, quatro na Copa da Argentina e quatro na Copa da Liga Argentina.

Boca Juniors vence o Barcelona nos pênaltis na Maradona Cup. Veja o vídeo!

Atlético-MG pagará a Cristián Pavón quantia milionária de luvas após assinatura de contratoTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.