Rio começa a aplicar 2ª dose de reforço da Covid-19 em idosos acima de 80 anos


Idosos acima de 80 anos começaram a receber, nesta quinta-feira (24), a segunda dose de reforço da vacina contra a Covid-19 na cidade do Rio de Janeiro.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, o município tem a quantidade de doses necessárias para imunizar os mais de 173 mil idosos que estão aptos para receber a segunda dose de reforço.

“A recomendação é que todas as pessoas que tenham mais de 80 anos procurem um posto de saúde pra fazer esse reforço. A gente tem doses suficientes para a quarta dose. Temos vacinas da Janssen e AstraZeneca já disponíveis nas unidades. Aguardamos apenas uma remessa da Pfizer”, explicou.

A inclusão de novas faixas etárias entre o público-alvo para a quarta dose depende do Ministério da Saúde, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, que segue a recomendação do órgão.

“O Ministério da Saúde está considerando que os idosos acima de 80 anos têm dificuldade de produção de anticorpos. Está considerando eles no grupo de imunossuprimidos. Essa segunda dose de reforço é importante porque mantém o nível de anticorpos muito alto”, explicou.

A primeira idosa vacinada com a segunda dose de reforço na cidade do Rio foi Laila Simão, de 85 anos. Ela chegou ao posto que funciona no Planetário, na Zona Sul do Rio, antes das 8h, sendo vacinada com o imunizante da Janssen. “Estou animadíssima. Quem puder, venha correndo se vacinar”, disse Laila.

Haroldo da Silva, de 85 anos, foi o próximo. Ele não escondeu o alívio em receber a segunda dose de reforço. “Como tem pra tomar vamos tomar. Tomo quantas doses tiver. Acho que vacinar é uma obrigação também”, disse.

A prefeitura destaca que o público apto a receber a terceira dose deve retornar aos postos de saúde. Atualmente, 670 mil pessoas ainda não completaram o esquema vacinal mesmo já tendo recebido a segunda dose do imunizante. Cerca de 60% da população carioca já procurou os postos pra fazer a dose de reforço.

Em relação à cobrança do passaporte da vacina, Soranz afirmou que a obrigatoriedade continua. A meta é atingir 70% da população com o esquema vacinal completo para que seja feita alguma alteração.

Vacinação contra a gripe começa em abril

A cidade do Rio de Janeiro também voltará a aplicar a dose da vacina da gripe. A previsão é que a campanha tenha início no dia 4 de abril, com o grupo prioritário acima de 80 anos.

“A gripe no final ano passado fez muitos casos no Rio. Nós temos um novo inverno chegando. Já estamos no outono, já é uma estação que naturalmente tem um aumento”, disse Soranz.

A vacinação contra a gripe deve ser realizada de maneira escalonada. Após a imunização dos idosos, deve ter início a vacinação de crianças de 6 meses a 5 anos de idade.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Rio começa a aplicar 2ª dose de reforço da Covid-19 em idosos acima de 80 anos no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.