Saúde recomenda 2ª dose de reforço contra a Covid-19 para idosos acima de 80 anos


O Ministério da Saúde incluiu, nesta quarta-feira (23), idosos a partir de 80 anos na recomendação para a aplicação da segunda dose de reforço das vacinas contra a Covid-19.

A segunda dose de reforço deve ser feita quatro meses após a primeira. A orientação é que o segundo reforço seja feito, preferencialmente, com a Pfizer.

Segundo o ministério, as vacinas da Janssen e AstraZeneca também podem ser utilizadas, independentemente do imunizante anterior. Além disso, a pasta reforça que há doses suficientes da Pfizer para aplicação neste grupo.

Pelo menos sete estados já iniciaram a aplicação da quarta dose da vacina contra a Covid-19 no público geral, seguindo o critério de faixa etária, antes da orientação do ministério. De acordo com o levantamento realizado pela CNN, a campanha acontece nos estados de São Paulo, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Pará, Rio Grande do Norte e Mato Grosso.

Ampliação do público-alvo

A decisão amplia o público alvo para a imunização com um novo reforço no país. Em dezembro, o Ministério da Saúde recomendou a aplicação da quarta dose contra a Covid-19 em para indivíduos imunocomprometidos com mais de 18 anos que já completaram o esquema primário de vacinação, que considera as duas doses da vacina e a dose adicional. O intervalo para a aplicação desta nova dose é de quatro meses contados a partir da conclusão ciclo vacinal inicial.

O público-alvo desta campanha foi estendido em fevereiro a adolescentes de 12 a 17 anos imunossuprimidos, seguindo a mesma orientação de intervalo.

As pessoas imunossuprimidas estão entre os grupos prioritários desde o começo da campanha de vacinação no Brasil.

Os grupos são definidos pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO) e incluem pessoas com imunodeficiência primária grave, em quimioterapia para câncer ou transplantados (de órgão sólido ou de células tronco), que fazem uso de drogas imunossupressoras, além de pessoas vivendo com HIV/Aids.

Cuidados básicos ajudam a prevenir a Covid-19

 

Este conteúdo foi originalmente publicado em Saúde recomenda 2ª dose de reforço contra a Covid-19 para idosos acima de 80 anos no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.