Fórmula 1: Mercedes F1 não acha que seu motor seja inferior ao da Ferrari


Mercedes F1 se mostrou inferior à Ferrari na abertura da Fórmula 1

A abertura do mundial de Fórmula 1 no Grande Prêmio do Bahrein mostrou desde os treinos que a Ferrari tinha mais potência na reta do que a Mercedes F1. O que instantaneamente fez todos pensarem que o motor da equipe italiana está mais potente para 2022.

Porém, para Toto Wolff, chefe de equipe da Mercedes F1, esse não é o caso, pois a inferioridade de potência nas retas pode ser em função das configurações que a equipe alemã teve que fazer para compensar o efeito ‘porpoising’, que faz o carro quicar bastante quando atinge grandes velocidades na reta.

“Precisamos analisar os níveis de arrasto primeiro, antes de julgar se estamos com falta de potência.” – afirmou o chefe de equipe da Mercedes F1, que reconheceu que o motor Ferrari se mostrou muito mais potente do que a temporada passada da Fórmula 1.

“Não acho que haja grande diferença entre as unidades de potência, mas claramente a Ferrari deu um grande passo à frente porque no ano passado eles não eram totalmente competitivos. Se você olhar como um evento singular no Bahrein, é como se eles tivessem superado todos os outros.” – disse Wolff, que finalizou brincando sobre medidas extremas que a Mercedes F1 terá que tomar para ser mais competitiva no Grande Prêmio da Arábia Saudita, no próximo fim de semana.

“É fácil se livrar de um carro porque você simplesmente pega uma motosserra e corta a asa traseira em pedaços. Então, é isso que faremos em Jeddah.” – concluiu o chefão da equipe Mercedes de Fórmula 1.

Fórmula 1 volta no próximo fim de semana

Depois de abrir a temporada com a dobradinha da Ferrari com Charles Leclerc em primeiro e Carlos Sainz em segundo, o circo da Fórmula 1 volta a se reunir já no próximo fim de semana, nos dias 25, 26 e 27 de março, para o Grande Prêmio da Arábia Saudita, que será realizado no circuito de Jeddah Corniche. A largada está marcada para às 14h (de Brasília) no domingo e será transmitida pela TV Bandeirantes.

Classificação do mundial de Fórmula 1

1) Charles Leclerc (Ferrari) – 26 pontos

2) Carlos Sainz Jr. (Ferrari) – 18 pontos

3) Lewis Hamilton (Mercedes F1) – 15 pontos

4) George Russell (Mercedes F1) – 12 pontos

5) Kevin Magnussen ( Haas F1) –  10 pontos

6) Valtteri Bottas ( Alfa Romeo) – 8 pontos

7) Esteban Ocon (Alpine F1) –  6  pontos

8) Yuki Tsunoda (AplhaTauri) – 4 pontos

9) Fernando Alonso (Alpine F1) – 2 pontos

10) Zhou Guanyu ( Alfa Romeo) – 1 ponto

Fórmula 1: Mercedes F1 não acha que seu motor seja inferior ao da FerrariTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.