F1: FIA confirma que Masi cometeu erros no polêmico GP de Abu Dhabi


F1 teve seu resultado do GP de Abu Dhabi mantido definitivamente, mas o relatório aponta erros na decisão entre Verstappen e Hamilton em 2021

A FIA divulgou no início deste sábado (19) o relatório completo sobre os acontecimentos do polêmico Grande Prêmio de Abu Dhabi, corrida que decidiu a temporada 2021 com vitória de Max Verstappen diante de Lewis Hamilton.

Diversos pontos foram levantados no relatório com explicação detalhada sobre todos os acontecimentos da corrida, mas o principal destaque fica por conta da confissão de erros cometidos por Michael Masi, ex-diretor de corridas.

No entanto, apesar de reconhecer que seu chefe não seguiu suas regras corretamente, a FIA observou que não haverá a possibilidade de o resultado da corrida e do campeonato 2021 serem alterados.

A investigação sobre o incidente foi originalmente anunciada pelo ex-presidente da FIA Jean Todt após a corrida em Yas Marina em dezembro. O diretor de corridas da F1, Michael Masi, foi amplamente criticado por diversas personalidades do esporte por ter lidado com um período de Safety Car nas voltas finais da corrida.

A decisão de permitir apenas cinco voltas entre o líder da corrida Lewis Hamilton e seu rival no campeonato Max Verstappen, e retirar o Safety Car imediatamente depois, pareceu contradizer os regulamentos. Após o reinício na última volta, Hamilton foi imediatamente ultrapassado por Verstappen, garantindo a vitória do piloto da Red Bull na corrida e no campeonato mundial.

A Mercedes imediatamente protestou contra o resultado da corrida por duas razões, ambas rejeitadas pelos comissários da corrida. Depois de anunciar que apelaria ao Tribunal Internacional de Apelação da FIA, a Mercedes voltou atrás três dias após a corrida, confirmando Verstappen como campeão.

Veja trechos chave do documento da FIA sobre o fim da temporada 2021 da F1

“O diretor de corrida chamou o carro de segurança de volta ao pit lane sem que ele tivesse completado uma volta adicional, conforme exigido pelo Regulamento Esportivo da Fórmula 1.”

“O processo de identificação de carros que haviam tomado uma volta até agora era manual e o erro humano levou ao fato de que nem todos os carros foram autorizados a ultrapassar os retardatalhos”

“Os resultados do Grande Prêmio de Abu Dhabi de 2021 e do Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA são válidos, finais e agora não podem ser alterados”

“De acordo com as regras, a Mercedes fez um protesto aos comissários após a corrida, buscando mudar a classificação da corrida. Os comissários rejeitaram o protesto e a Mercedes teve a oportunidade de apelar dessa decisão ao Tribunal Internacional de Apelação da FIA, mas não o fez. Não há outros mecanismos disponíveis nas regras para alterar a classificação da corrida.”

F1: FIA confirma que Masi cometeu erros no polêmico GP de Abu DhabiTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.