SP tem ocupação de leitos de Covid abaixo de 20% na maioria dos hospitais, diz pesquisa


Uma pesquisa realizada pelo Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (SindHosp) apontou uma queda significativa nas internações pela Covid-19 em hospitais privados no estado.

Segundo o levantamento, 67% dos 72 hospitais consultados apresentam ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para a doença abaixo de 20%. Em relação às internações em leitos clínicos, 72% dos hospitais possuem até 20% dos leitos para Covid-19 ocupados.

A disponibilidade de leitos de UTI é um dos indicadores utilizados por gestores e autoridades de saúde no acompanhamento do cenário epidemiológico da pandemia de Covid-19.

A pesquisa aponta ainda uma prevalência de pacientes idosos, entre 60 e 79 anos, nas UTIs de Covid-19 em 76% dos hospitais privados pesquisados. Em 12% dos hospitais, a ocupação é de pacientes acima de 80 anos.

O levantamento foi realizado entre 7 e 14 de março, com 72 hospitais privados, que somam 7.937 leitos dos quais 1.650 são UTI para adultos e 168 leitos são de UTIs pediátricas. A distribuição é de 22% na capital paulista e de 78% no interior. Na pesquisa realizada entre os dias 1º e 9 de fevereiro, o índice de hospitais com ocupação de até 20% era de 18%.

O médico Francisco Balestrin, presidente do SindHosp, avalia que o alto índice de vacinação tem contribuído para a queda no número de internações.

Entre as crianças, a internação em UTI de Covid-19 está abaixo de 20% em 96,7% dos hospitais consultados pela pesquisa que possuem UTIs pediátricas.

As internações em leitos clínicos também é baixa neste momento: 72% dos hospitais possuem até 20% dos leitos clínicos para Covid-19 ocupados. Para este tipo de leito, 45% dos pacientes têm de 60 a 79 anos e 44% encontram-se na faixa de 51 a 59 anos.

No setor de urgência e emergência, 49% dos atendimentos são de pacientes na faixa etária de 30 a 50 anos e 35% na faixa de 60 a 79 anos.

Segundo a pesquisa, 93% dos hospitais informaram que têm capacidade instalada para aumentar os leitos destinados à Covid-19.

Afastamento de profissionais

O levantamento do SindHosp aponta também que 48% dos hospitais informaram que ter dificuldades para o atendimento a pacientes com a Covid-19 causadas pelo afastamento de profissionais por problemas de saúde. Os índices de afastamento estão entre 6% e 10% em mais da metade dos hospitais.

Por outro lado, o índice de cancelamento de cirurgias eletivas está baixo: 58,5% dos hospitais relatam até 20% de cancelamentos enquanto 41,5% afirmam operar normalmente.

Cuidados básicos ajudam a prevenir a Covid-19

Este conteúdo foi originalmente publicado em SP tem ocupação de leitos de Covid abaixo de 20% na maioria dos hospitais, diz pesquisa no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.