Prefeitura de SP também acaba com uso de máscaras em locais fechados


O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, e secretário de Saúde do município de São Paulo, Edson Aparecido, anunciaram que a prefeitura vai acompanhar a decisão estadual e também abolir máscaras em locais fechados. A nova postura vai falar a partir de sexta-feira (18). Nunes confirmou o fim do uso do acessório de proteção contra a Covid-19 ao analista da CNN Iuri Pitta.

De acordo com Aparecido, as regras são as mesmas decretadas nesta quinta-feira (17) pelo governador João Doria (PSDB), que desobrigou o uso de máscaras em ambientes fechados, com exceção do transporte público – e seus respectivos locais de acesso, como estações de Metrô – e nos locais destinados à prestação de serviços de saúde.

Pelo decreto estadual, o uso agora torna-se opcional em ambientes como escritórios, comércios, salas de aula, academias, entre outros. A flexibilização em ambientes abertos já havia sido autorizada pelo governador no último dia 9 deste mês.

Nunes, que está em Brasília nesta quinta para assinar um acordo com o governo federal sobre o Campo de Marte, disse ao analista da CNN que a cidade de São Paulo está pronta para liberar aos habitantes da cidade do uso de máscaras porque 100% da população acima de 12 anos está vacinada na capital, assim como 82,5% das crianças entre 5 e 11 anos de idade.

De acordo com o secretário municipal da Saúde, os índices de internação apresentam redução significativa e o cenário epidemiológico contribui para esse avanço na cidade de São Paulo. “Temos atualmente 7% de ocupação dos leitos de enfermaria e 15% das Unidades de Terapia Intensiva”, afirmou.

Doria afirmou que sua decisão foi baseada em análises técnicas do Comitê Científico do Coronavírus de São Paulo. Os especialistas levaram em consideração o índice de vacinação com duas doses no estado, que atingiu a meta definida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde (MS) de 90% da população elegível, ou seja, acima de 5 anos imunizada.

Entre as análises também foi considerado que após 14 dias do feriado de Carnaval, foi constatado uma manutenção da melhora dos indicadores epidemiológicos, indicando que a queda na transmissão da Sars-Cov 2 no Estado de São Paulo segue de maneira progressiva. Pela sexta semana seguida registra quedas de internações nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva e de enfermaria. Na última semana foi registrada a redução de 18,5% nas novas internações.

Flexibilização em 16 estados e no DF; veja lista

A flexibilização no uso de máscaras varia a cada estado. No levantamento feito pela CNN, oito estados e o DF retiraram a obrigatoriedade em locais abertos e fechados:

  • Rio de Janeiro;
  • Distrito Federal;
  • Santa Catarina;
  • Mato Grosso;
  • Minas Gerais;
  • Rondônia;
  • Alagoas;
  • Maranhão;
  • São Paulo.

Outras regiões permitem que as pessoas retirem as máscaras apenas em locais abertos:

  • Mato Grosso do Sul;
  • Goiás;
  • Amazonas;
  • Espírito Santo;
  • Rio grande do Norte;
  • Rio Grande do Sul;
  • Paraná;
  • Acre.

O Sergipe aguarda votação sobre o assunto nas Assembléia Legislativa e a Bahia pode desobrigar o uso do aparato a partir de abril.

Com as atualizações, o uso de máscaras em qualquer ambiente segue obrigatório em: Sergipe, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Roraima, Tocantins, Amapá e Pará.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Prefeitura de SP também acaba com uso de máscaras em locais fechados no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.