Fim de obrigatoriedade da máscara: “É necessário precaução”, diz infectologista


Em entrevista à CNN, nesta quinta-feira (17), o infectologista e pesquisador da Fiocruz Julio Croda falou sobre a decisão do governo de São Paulo em tirar a obrigatoriedade do uso de máscaras em prevenção à Covid-19. Para o especialista, a medida exige precaução.

Croda destacou que os indicadores epidemiológicos permitem uma flexibilização, entretanto, afirmou que uma sobrecarga no sistema de saúde pode fazer com que a medida seja reavaliada.

“Do ponto de vista de indiciadores epidemiológicos, sim, existe uma queda no número de casos, internações, taxa de ocupação e óbitos. Entretanto, é necessário um pouco de precaução, porque temos uma variante que está aumentando o número de casos na Europa, mesmo em países com elevada cobertura [vacinal]”, disse o infectologista.

 

O especialista reitera que é importante a comunicação adequada dos números da pandemia. Em caso de aumento de casos deverá haver a atualização das medidas de precaução contra a Covid-19.

“Então, indicadores epidemiológicos permitem a flexibilização, mas é bom comunicar adequadamente com a população, e informar, se for necessário. Se tiver impacto sob o serviço de saúde talvez a medida tenha que voltar para preservar os leitos hospitalares”, concluiu.

Decisão do governo de SP

O governo do estado de São Paulo anunciou, nesta quinta-feira (17), que não será mais obrigatório o uso de máscaras de proteção contra a Covid-19 em ambientes fechados.

A flexibilização, decretada pelao governador João Doria (PSDB), desobriga o uso de máscaras nessas áreas, com exceção do transporte público – e seus respectivos locais de acesso, como estações de Metrô – e nos locais destinados à prestação de serviços de saúde.

O prefeito Ricardo Nunes e secretário de Saúde do município de São Paulo, Edson Aparecido, anunciaram que a capital deve acompanhar a decisão estadual e também abolir máscaras em locais fechados a partir de sexta-feira (18).

O uso agora torna-se opcional em ambientes como escritórios, comércios, salas de aula, academias, entre outros. A flexibilização em ambientes abertos já havia sido autorizada pelo governador no último dia 9 deste mês.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Fim de obrigatoriedade da máscara: “É necessário precaução”, diz infectologista no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.