NFL: Grande júri não irá acusar Deshaun Watson criminalmente e ele poderá ser trocado em breve


Watson estava sofrendo nove acusações, mas o grande júri do Condado de Harris não achou as alegações suficientes para julgar o Quarterback criminalmente

Nesta sexta-feira (11), o grande júri do Condado de Harris, no estado do Texas, Estados Unidos, não irá acusar criminalmente o Quarterback Deshaun Watson, do Houston Texans. Ele estava sofrendo nove acusações, mas o júri não achou evidências suficientes para acusar o Quarterback.

“Hoje nós apresentamos nove queixas criminais para consideração do grande júri. A partir das 9 horas desta manhã, apresentamos provas por mais de seis horas para o grande júri considerar, além de ter testemunhas disponíveis para essas pessoas deporem na frente do grande júri”, disse a promotora Johna Stallings, chefe da divisão de crimes de sexo adulto e tráfico humano no escritório da promotoria do Condado de Harris. “E o grande júri considerou todas as evidências e não retornou as nove acusações contra Deshaun Watson, envolvendo essas nove queixas criminais. Nós respeitamos a decisão do grande júri e… concluímos o processo criminal no condado de Harris”.

Segundo o jornalista Ian Rapoport, da NFL Network, o jogador tem uma cláusula de não-troca no seu contrato, mas vai conversar com qualquer time que estiver interessado em adquiri-lo junto aos Texans. O interesse das franquias virá rapidamente, de acordo com Rapoport, mas a decisão de Watson vai demorar alguns dias.

No entanto, a NFL continuará investigando o caso. “Temos monitorado de perto todos os desenvolvimentos do assunto, que permanece sob revisão da política de conduta pessoal”, disse um porta-voz da liga.

Watson não joga nos Texans desde a primeira acusação contra ele, em 16 de março de 2020. Contudo, o Quarterback esteve presente no elenco ativo em todos os 17 jogos da temporada passada.

Em janeiro de 2021, ele pediu para ser trocado, pois estava infeliz com o futuro da franquia.



Acusações contra Watson

Deshaun Watson é acusado por 22 mulheres que prestavam serviços estéticos, de treinamento e massagem. Segundo as alegações, Watson apresentava comportamento sexual inadequado e cometeu violência sexual. Entre as denúncias, estão as que o Quarterback expunha o seu órgão genital, forçava sexo oral, tocava o seu pênis no corpo delas, além de se masturbar e tocar nas partes íntimas das mulheres sem o consentimento delas.

NFL: Grande júri não irá acusar Deshaun Watson criminalmente e ele poderá ser trocado em breveTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.