Diretor de “Pantera Negra” é preso após ser confundido com assaltante


O diretor de “Pantera Negra “, Ryan Coogler, foi detido rapidamente pela polícia em Atlanta em janeiro depois de ser confundido com um ladrão de banco. Imagens em vídeo divulgadas pela polícia de Atlanta nesta quarta-feira (9) mostraram a prisão.

Coogler, de 35 anos, foi detido pela polícia e libertado em 7 de janeiro depois de ir ao Bank of America para fazer uma transação, de acordo com um relatório da Variety.

“A partir do momento em que recebemos a ligação, parecia que alguém estava tentando roubar o banco”, diz um dos policiais no vídeo.

O diretor entregou ao caixa do banco um recibo de saque com uma anotação escrita no verso que dizia: “Gostaria de sacar US$ 12 mil [R$ 60.240 nos valores de hoje] em dinheiro da minha conta corrente. Por favor, faça a contagem do dinheiro em outro lugar. Eu gostaria de ser discreto”. diz o relatório da Variety.

A caixa do banco interpretou erroneamente a situação como uma tentativa de assalto quando o valor da transação ultrapassou US$ 10 mil e informou seu chefe, segundo a revista. O Bank of America não se manifestou à Variety.

“Pantera Negra” se tornou o segundo filme de maior bilheteria em todo o mundo em 2018, anunciado como uma vibrante celebração da cultura africana. O filme foi aplaudido como um marco para a diversidade racial em Hollywood.

A produção foi indicada a seis Oscar, incluindo melhor filme. Ganhou três estatuetas: melhor trilha sonora original, melhor figurino e melhor design de produção.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Diretor de “Pantera Negra” é preso após ser confundido com assaltante no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.