Média móvel de mortes por Covid-19 cresce pela primeira vez desde 20 de fevereiro


O Brasil registrou, nas últimas 24 horas, 68.893 casos e 488 mortes por Covid-19. Os dados foram divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) nesta terça-feira (8).

A média móvel de óbitos sofreu queda por 14 dias seguidos e havia se estabilizado no dia de ontem, chegando a 430. Hoje, o número subiu pela primeira vez desde 20 de fevereiro e registra 457 — um aumento de 6,2% em relação ao dia anterior.

Já a média móvel de novos casos chegou a 46.742 — 16% a mais do que ontem, que marcou a quebra de 25 dias ininterruptos de queda.

As médias móveis consideram a média dos números registrados nos últimos sete dias e servem para acompanhar os indicadores da pandemia sem eventuais distorções causadas por eventuais subnotificações aos finais de semana, mas não necessariamente em feriados ao longo da semana — como foi o caso do Carnaval na semana anterior.

Ao todo, o país contabiliza 652.829 óbitos e 29.138.362 casos relacionados ao coronavírus.

Reforço com a Pfizer aumenta nível de anticorpos em até 25 vezes, diz estudo

A queda da imunidade contra a Covid-19, que ocorre naturalmente após a segunda dose de vacinas, pode ser revertida significamente após tomar uma dose de reforço. É o que revela estudo conduzido pela Escola Paulista de Medicina, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), que estudou os efeitos das doses de reforço da Pfizer após duas doses de aplicação da CoronaVac ou AstraZeneca. Leia mais. 

Ao menos 5 capitais brasileiras e o DF desobrigam uso de máscara ao ar livre

Em meio à queda no número diário de casos da Covid-19 no Brasil, ao menos cinco capitais e o Distrito Federal flexibilizaram a obrigatoriedade do uso de máscaras, de acordo com um levantamento feito pela CNN na segunda-feira (7). Belo Horizonte, Cuiabá, São Luís, Boa Vista e o Distrito Federal já dispensam a obrigação do acessório em ambientes abertos. Leia mais.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Média móvel de mortes por Covid-19 cresce pela primeira vez desde 20 de fevereiro no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.