Rússia vai recorrer da decisão que exclui o país de competições


A Federação Russa de Futebol (RFS) se manifestou nesta quinta-feira,3, sobre as sanções da Fifa e Uefa, que baniram a seleção do país de disputar a Copa do Mundo e os clubes russos de participarem de competições das duas entidades. Em nota, a Rússia afirmou que a decisão violou o direito fundamental de defesa, e comunica que irá recorrer da decisão à Corte Arbitral do Esporte (CAS), a última instância do direito desportivo.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca

“A decisão de retirar a seleção da classificação para a Copa do Mundo de 2022 foi tomada sob pressão de rivais diretos na repescagem, o que violou o princípio do esporte e as regras do fair play”, disse.

Entre os pontos levantados pela RFS, cita que o país não teve o direito de defesa assegurado, nem que a Uefa e Fifa não consideraram outras alternativas sobre a situação, “não levaram em consideração outras opções possíveis de ação, exceto a exclusão completa dos times russos”, completou.

Continua após a publicidade

“A RFS acredita que a Fifa e a Uefa, ao decidirem sobre o afastamento das equipes russas, não tinham base legal. Violou os direitos fundamentais da RFS como membro da Fifa e da Uefa.”

A decisão contestada pela Federação, exclui a Rússia de disputar a repescagem da Copa do Mundo – a seleção enfrentaria a Polônia em março. Em paralelo, o Spartak Moscou, único time do país que participava de competição europeia, foi excluído da Liga Europa. Já a seleção feminina fica impedida de disputar a Eurocopa, em junho.

Desde o início da invasão autorizada por Vladimir Putin à Ucrânia, uma série de sanções ao país se desdobraram. Na última semana, as seleções da Polônia, Suécia e República Checa, que estariam na disputa com os russos por uma vaga no Mundial, declararam que não enfrentariam o país.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.