Enquanto ainda busca centroavante, Palmeiras terá que assumir dívida de R$ 18 milhões para ressarcir Crefisa pela contratação de Deyverson


Deyverson tem contrato só até o meio do ano e não deve ficar no clube para a sequência da temporada

O atacante Deyverson deve estar vivendo seus últimos jogos com a camisa do Palmeiras, isso porque o herói da conquista da Libertadores 2021 tem contrato só até o fim de junho e não deve ter o vínculo renovado para seguir jogando pela equipe comandada por Abel Ferreira. E apesar de gerar uma economia na folha salarial, a saída do jogador renderá ao Verdão uma dívida milionária com a patrocinadora Crefisa.

A Crefisa foi responsável pelo aporte financeiro de 5 milhões de euros (R$ 18 milhões na cotação da época) para a contratação de Deyverson junto ao Alavés, da Espanha, e deverá ser ressarcida pelo Palmeiras. Se o jogador tivesse sido vendido, o valor da negociação seria usado para abater a dívida, mas como esse não é o caso, o clube terá que tirar o montante do próprio caixa. Por contrato, o Verdão tem até dois anos para devolver o valor corrigido para a empresa de Leila Pereira, que agora também é a presidente do clube.

Na época da negociação, as contratações feitas com aporte financeiro da Crefisa eram tidas como investimentos da patrocinadora, que assumia os ricos de eventuais prejuízos. A situação mudou no final de 2017, quando a empresa foi multada pela Receita Federal, que vetou o molde da parceria e aplicou uma multa de R$ 30 milhões pelas contratações realizada entre 2015 e 2016 – a empresa ainda se adiantou e pagou mais R$ 80 milhões referentes aos investimentos de 2017.

Em 2018 o COF (Conselho de Orientação e Fiscalização) aprovou os aditivos que transformaram todo o aporte financeiro da Crefisa em emprestimo e, consequentemente, dívida do Palmeiras com a patrocinadora. O Palmeiras terminou o ano de 2021 devendo algo na casa dos R$ 110 milhões.

Economia com saída de Deyverson:

Se por um lado o Palmeiras terá que assumir a divida de R$ 18 milhões com a saída de Deyverson, por outro, o clube irá economizar com a folha salarial do atacante. Segundo o jornalista Jorge Nicola, o camisa 16 recebe cerca de R$ 7 milhões por temporada, ou seja, algo em torno de R$ 540 mil por mês, valor que sobe para quase R$ 700 mil mensais com impostos.

Com a possível saída do atacante no meio do ano, o Palmeiras irá economizar aproximadamente R$ 4,2 milhões nos últimos seis meses de 2022.

Desde que chegou ao Palmeiras, Deyverson soma 142 jogos e 30 gols com a camisa do Verdão, além dos títulos do Campeonato Brasileiro (2018) e da Copa Libertadores (2021).

Enquanto ainda busca centroavante, Palmeiras terá que assumir dívida de R$ 18 milhões para ressarcir Crefisa pela contratação de DeyversonTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.