Capitão do Grêmio, Geromel se pronuncia sobre o Gre-Nal e adota tom de desabafo: “Chega, algo precisa ser feito”


Zagueiro Pedro Geromel fez uma manifestação através das suas redes sobre o que aconteceu com o Grêmio

Presente no ônibus do Grêmio a caminho do Gre-Nal de sábado, bem no momento em que pedras e barra de ferro foram atiradas por vândalos colorados, o zagueiro Pedro Geromel se manifestou no Twitter nesta segunda-feira pedindo, em tom de desabafo, paz no futebol e punição aos envolvidos. O clássico acabou adiado para o dia 9 de março, às 19h.

“É inadmissível o que aconteceu com o Grêmio e o que vem acontecendo no Brasil. Quem trabalha com futebol precisa ter segurança pra exercer sua profissão. Quem torce, precisa ter segurança pra exercer sua paixão. Algo precisa ser feito. CHEGA! Queremos PAZ”, colocou o zagueiro – veja:

Villasanti foi quem levou a pior e teve traumatismo craniano, tendo que passar a noite de sábado em observação no hospital. Ele já está recuperado e inclusive participou do treinamento da manhã desta segunda-feira no CT Luiz Carvalho.

O Grêmio, com Geromel, volta a campo já nesta terça-feira, 21h30, para enfrentar fora de casa o Mirassol pela primeira fase da Copa do Brasil.

Inter solta nota oficial dizendo que Grêmio está beneficiado por nova data do Gre-Nal

Em nota oficial divulgada nesta segunda-feira, o Inter demonstrou novamente apoio a Villasanti, mas criticou a nova data do Gre-Nal vendo benefício ao Grêmio por ter um dia a mais de preparação e de descanso – leia na íntegra:

O Sport Club Internacional, à luz da decisão da Federação Gaúcha de Futebol, que remarcou o clássico Gre-Nal para as 19h do próximo dia 09 de março, tem a dizer o que segue:

Preliminarmente, recebe com alegria a pronta recuperação do atleta Villasanti e informa que segue colaborando com as autoridades para a rápida identificação dos responsáveis pelo ataque ocorrido no último sábado. Tão logo haja a identificação positiva pelas forças de segurança, o Clube atuará juridicamente para banir para sempre os responsáveis do Beira-Rio.

Quanto à remarcação, o Internacional registra sua inconformidade perante à Federação Gaúcha, sua torcida e comunidade esportiva em geral. Primeiramente, a nova data quebra a isonomia quanto ao período de descanso das equipes, uma vez que o adversário terá um dia adicional de descanso em relação ao Inter.

Adicionalmente, a inversão de rodadas causa alteração na ordem de cumprimento de eventuais suspensões, fruto de cartões. Por fim, o dia e horário da partida remarcada desconsidera a principal razão de ser do futebol: a torcida. Da forma posta, diversos serão os colorados e torcedores visitantes que não poderão comparecer ao estádio por dificuldades diversas, sendo o deslocamento o principal.

Finalizando, o Sport Club internacional seguirá na defesa dos interesses da instituição, da justiça e do equilíbrio dentro das quatro linhas e reitera sua luta intransigente contra toda e qualquer violência no futebol“.

 

Capitão do Grêmio, Geromel se pronuncia sobre o Gre-Nal e adota tom de desabafo: “Chega, algo precisa ser feito”Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.