Binance doa US$ 10 milhões para ajudar a Ucrânia


Binance anuncia doação de cerca de US$ 10 milhões para ajudar população da Ucrânia afetada pelo conflito com a Rússia

A Binance, uma das maiores exchanges de criptomoedas do mercado, anunciou uma doação milionária, no valor de US$ 10 milhões para a Ucrânia.

Porém, diferente de outras doações feitas por investidores de criptomoedas e que foram destinadas para a compra de armas, o valor doado pela Binance será usado para ajudar e combater a crise humanitária na Ucrânia.

A doação será feita pela fundação Binance Charity e será dividida entre as principais instituições intergovernamentais e organizações sem fins lucrativos que atuam na região, incluindo UNICEF, ACNUR, a agência da ONU para refugiados, iSans e a People in Need.

Em um comunicado compartilhado com o Cointelegraph a Binance destacou ainda lançou um site de crowdfunding, o Ukraine Emergency Relief Fund, para permitir que pessoas também possam doar criptomoedas e dar ajuda emergencial a refugiados e crianças.

Segundo a exchange o valor arrecadado será usado para apoiar a logística no local com alimentos, combustível e suprimentos para todos os ucranianos atingidos pelo conflito. Além disso a Binance já realizou uma doação inicial de 16.042 BNB.

CZ, CEO e fundador da Binance, destacou que o conflito chocou toda a comunidade de criptomoedas e que, além da doeção, a empresa está usando todos os canais governamentais que possui para pedir o fim o conflito.

“Estamos orgulhosos de ter conseguido reunir rapidamente nossa rede para oferecer alívio e apoio no campo das necessidades básicas a quem mais precisa. Isso inclui ajudar a levar comida, combustível, outros suprimentos e abrigo para os ucranianos, que incluem inúmeros membros da comunidade Binance. Estamos usando todos os nossos recursos e os canais governamentais que temos para pedir aos líderes mundiais que acabem com esse conflito imediatamente.”, afirmou.

A Binance também está atuando com vários grupos de refugiados locais que estão trabalhando ativamente para agilizar a passagem dos ucranianos pelas fronteiras de dois países vizinhos.

Rússia x Ucrânia

À medida que o Ocidente continua a impor mais sanções contra os bancos russos após a invasão da Ucrânia pela Rússia, uma autoridade ucraniana também pediu sanções às participações de criptomoedas dos russos.

Mykhailo Fedorov, ministro da Transformação Digital da Ucrânia, foi ao Twitter no domingo para pedir às exchanges globais de criptomoedas que bloqueiem endereços de usuários russos.

A Binance não planeja congelar ativos dos russos porque isso contraria os principais princípios de liberdade financeira da criptomoeda, disse um porta-voz da empresa ao Cointelegraph na segunda-feira:

“Nós não vamos congelar unilateralmente milhões de contas de usuários inocentes. A criptomoeda visa proporcionar maior liberdade financeira para pessoas em todo o mundo.” disse.

O representante acrescentou que a exchange está tomando medidas para garantir que as sanções sejam contra entidades sancionadas na Rússia, enquanto “minimizam o impacto para usuários inocentes”. “Se a comunidade internacional ampliar ainda mais essas sanções, também as aplicaremos agressivamente”, acrescentou o porta-voz.

LEIA MAIS

]]>