Bolzan confirma que Grêmio não vai jogar Gre-Nal e relembra polêmico River x Boca: “Nosso jogador quase morreu”


Presidente Romildo Bolzan Jr conversou com a imprensa após os ataques ao ônibus do Grêmio antes do Gre-Nal

Por conta de ataques de torcedores do Inter arremessando pedras e barras de ferro ao ônibus, o Grêmio, através do seu presidente Romildo Bolzan Jr, comunicou a decisão de não jogar o Gre-Nal do Beira-Rio, marcado para esta tarde, 19h, pelo Gauchão. Dos jogadores, Villasanti teve o caso pior ao ser atingido. Ele desmaiou e foi levado ao hospital.

Bolzan ainda relembrou os casos de pedras antes da final de River Plate x Boca Juniors na final da Libertadores de 2018, algo que fez a partida ser adiada.

“Nós não vamos jogar. Comunicamos a Federação. Não há condições psicológicas para isso. Vários jogadores tiveram estilhaços no corpo. Jogador quase morreu”, disparou o presidente Romildo Bolzan Jr à Rádio Gaúcha.

“O Grêmio está cuidando de seus jogadores. Não teremos nem médico para o jogo, já que ele está indo para o hospital junto do Villasanti. O clube aguardará as decisões e irá embora logo em seguida”, acrescentou.

Veja fotos que o próprio Grêmio divulgou do ataque ao ônibus:

Bolzan confirma que Grêmio não vai jogar Gre-Nal e relembra polêmico River x Boca: “Nosso jogador quase morreu”Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.