Bomba no ônibus do Bahia é destaque em vários países do mundo


Atentado com bomba no ônibus do Bahia repercutiu na imprensa internacional

O atentado a bomba no ônibus do Bahia chamou atenção da imprensa internacional. Os acontecimentos da noite da última quinta-feira, que deixou o goleiro Danilo Fernandes ferido no rosto, foi pauta no mundo. O As, da Espanha, o Olé, da Argentina, e o Bola Vip, da Colômbia, jornais tradicionais, foram alguns dos veículos que deram destaque ao ocorrido.

“Bomba na Bahia: jogadores feridos”, estampou o argentino Olé na capa. No jornal, o destaque foi para os jogadores feridos e o fato de Lucas Mugni estar a salvo. Já na Espanha, a manchete foi “Uma bomba explode no ônibus no Bahia e deixa muitos feridos”. O As abordou a forma como o atentado se desenvolveu. Ou seja, o ataque ocorrer durante o deslocamento do grupo de atletas para o palco do jogo da noite contra o Sampaio. Por fim, o colombiano Bola Vip falou sobre Rodallega, que é do país. Com a manchete “Atenção: explode bomba no ônibus que ia Hugo Rodallega no Brasil”.

Clubes brasileiros se manifestam

Após o incidente, o Bahia se manifestou pelo Twitter e gerou uma onda de solidariedade. Diversos clubes se manifestaram nas redes sociais mandando mensagens positivas. Muitos, como o Vasco da Gama, também cobraram das autoridades severas investigações e punições aos responsáveis.

“Todo nosso apoio ao Bahia e desejamos uma pronta recuperação aos jogadores que ficaram feridos em um ato de violência e covardia. Não há espaço para episódios como esse em nossa sociedade e no esporte. Que as autoridades tomem providências e que os culpados sejam punidos”, escreveu o clube carioca.

Danilo Fernandes foi o mais atingido pela bomba

O caso que gerou maior preocupação foi o do goleiro Danilo Fernandes. O jogador ficou bastante ferido no rosto. De acordo com o técnico Guto Ferreira, que deu entrevista antes do jogo, Danilo não ficou cego por centímetros.

O atleta foi conduzido imediatamente ao hospital, onde passou a noite. Danilo Fernandes fez exames e nada de anormal foi detectado. Porém, é necessário fazer uma investigação mais profunda.

“Danilo foi o jogador mais atingido. Ele tinha lesões tanto nos membros inferiores, nas duas pernas, como em face e tórax. Por essa gravidade das lesões, a gente optou por levar ao hospital para uma investigação maior das lesões, com alguns exames complementares. Ele está bem, não teve nenhuma lesão grave” destacou o médico que atendeu o goleiro do Bahia.

Bomba no ônibus do Bahia é destaque em vários países do mundoTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.