Entenda por que o Atlético-MG ainda não anunciou a contratação de Cristián Pavón


Cristián Pavón tem contrato com o Boca Juniors até junho de 2022

O desejo do Atlético-MG de ter Cristián Pavón está próximo de ser concretizado. O clube tem conversas para contratar o atacante do Boca Juniors. Agora, a expectativa é de que ele seja confirmado como reforço para a temporada de 2022.

O Torcedores.com apurou que entre clube e atleta, as tratativas estão bem adiantadas. Resta a definição do Boca Juniors para que ele seja liberado. O contrato dele é válido até junho e, para jogar no Atlético-MG, Cristián Pavón precisa se desvincular da equipe argentina.

O atacante está em Buenos Aires, e aguarda o desfecho das negociações com o Galo para viajar a Belo Horizonte e assinar contrato. Dessa forma, Cristián Pavón foi afastado das partidas do clube argentino por conta das tratativas com o Atlético-MG.

Ainda segundo apurou a reportagem, a questão que breca o acordo é econômica. O Boca Juniors quer vender 80% dos direitos do jogador por US$ 1 milhão (R$ 5 milhões, pela cotação atual). E ainda manteria 20% do passe pensando em uma negociação futura.

O Atlético-MG, por sai vez, não pretende empenhar muito dinheiro para garantir a chegada imediata de Cristián Pavón. Por isso, a diretoria atleticana pretende investir US$ 500 mil (R$ 2,5 milhões) e deixar uma “fatia maior” vinculada ao time argentino.

Além disso, o Boca Juniors quer receber US$ 700 mil (R$ 3,5 milhões) para não o inscrever na Copa Libertadores da América. O atacante foi suspenso por seis jogos pela Conmebol pelo incidente contra o Galo, no Mineirão, em 2021.

Caso seja incluído na lista do técnico Sebastián Battaglia, o jogador ficará fora do mata mata da competição. E, com isso, só poderá atuar pelo clube se o Atlético-MG conseguir chegar na final do torneio continental.

Empresário é peça-cheve

O empresário Fernando Hidalgo, que cuida dos interesses de Cristián Pavón, já está em Belo Horizonte para negociar com o Atlético-MG. A tendência é que o agente se reúna nesta quinta-feira com a cúpula alvinegra a fim de encerrar a novela.

Fernando Hidalgo está à frente das tratativas e procura superar as barreiras importas pelo Boca Juniors. Não há, nos bastidores, preocupação aparente com o desfecho do caso. Porém, o Galo só irá desistir do acordo caso o atacante seja inscrito na Copa Libertadores da América.

Sua contratação é um desejo antigo no clube, especialmente porque o atleta é monitorado pelo departamento de futebol desde a passagem de Jorge Sampaoli pelo Atlético-MG em 2020.

Segundo apurado pelo Torcedores.com, o contrato já foi redigido e está pronto para receber a assinatura do atleta. Nas próximas horas, mesmo com o atacante em Buenos Aires, os detalhes devem ser sanados, e Cristián Pavón, liberado pata viajar a Belo Horizonte.

Entenda por que o Atlético-MG ainda não anunciou a contratação de Cristián PavónTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.