Agüero revela conversas e pode integrar comissão técnica da Argentina


O ex-atacante Sergio Agüero, que anunciou em dezembro sua aposentadoria precoce do futebol profissional por conta de um problema cardíaco, sinalizou que pode retornar ao esporte agora em outra função. Em entrevista ao canal TyC Sports, Agüero admitiu conversar com a AFA (Associação do Futebol Argentino) para integrar a comissão técnica de Lionel Scaloni visando a Copa do Mundo do Catar, que será disputada entre novembro e dezembro deste ano.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

“Ainda precisamos definir qual será a função, mas estarei com o time na Copa do Mundo”, disse Agüero. “Quero passar um tempo com os jogadores. Estarei lá com o time, me dou muito bem com eles. Quero estar perto deles e tentar me divertir. Quero encontrar um jeito de ajudar a seleção”, completou.

A AFA publicou em suas rede sociais imagens de recente visita do jogador a Ezeiza, sede da associação, para uma conversa com o presidente da entidade Claudio Tapia.

Aguëro foi afastado do futebol em 1º de novembro, após sofrer uma arritmia cardíaca durante uma partida contra o Alavés, pelo Campeonato Espanhol.

Continua após a publicidade

Mesmo os 33 anos, ele tem quadro cardiológico considerado incompatível para a prática do esporte. Agüero deixou o Barcelona, seu último clube, após apenas cinco partidas disputadas e um gol marcado.

Na cerimônia de despedida, no Camp Nou, foi mostrado um vídeo com diversos gols marcados pelo jogador ao longo de sua carreira. Agüero começou no Independiente, com 15 anos. Sua estreia, em 2003, foi um recorde na Argentina tornando-se o jogador mais novo a atuar pela primeira divisão do país. Deixou o clube em 2006, após uma temporada com 18 gols em 36 partidas.

Agüero anunciou em dezembro sua despedida –Pau Barrena/AFP

No Atlético de Madri, onde atuou de 2006 a 2011, se tornou ídolo. A principal passagem, no entanto, foi pelo Manchester City onde permaneceu por uma década: de 2011 a 2021. No clube inglês marcou 257 gols em 384 jogos, o maior artilheiro da história dos Citizens. Levantou ainda cinco títulos ingleses, um da Copa da Inglaterra, seis Copas da Liga Inglesa e três Supercopas da Inglaterra. Ganhou uma estátua do clube após a sua saída.

O atacante também construiu história pela Argentina. Com a camisa da seleção marcou 41 gols em 101 jogos e conquistou um Mundial sub-20, a Olimpíada de 2008 e a última edição da Copa América.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.