Associação dos atletas pede substituições temporárias em caso de choques de cabeça


Questão voltou a ser debatida após lesão de Koch, em jogo do Manchester United pela Premier League

A Associação dos Futebolistas Profissionais da Inglaterra voltou a pedir substituições temporárias em casos de choque de cabeça. A defesa da nova regra aconteceu após a lesão de Koch, do Leeds, na partida contra o Manchester United. O zagueiro se chocou com McTominay, logo no inicio do jogo em partida da Premier League.

Apesar de ter ficado com a cabeça sangrando, o jogador do Leeds seguiu na partida, mas foi substituído ainda no primeiro tempo. Assim, a associação dos jogadores afirmou que os protocolos de concussão da Premier League ainda não priorizam totalmente a segurança.

Além disso, a entidade destacou que já é comum ver atletas com possíveis lesões cerebrais voltarem a jogar, e depois serem substituídos após os sintomas piorarem.

Vale destacar que para essa temporada, a Premier League instituiu uma substituição a mais em caso de lesões na cabeça. Ou seja, se precisar trocar um jogador após um choque de cabeça, o time teria direito a fazer quatro alterações no jogo, assim como o rival.

Após a feia lesão de Koch, o Leeds afirmou que o jogador passou por todos os protocolos de concussão da Premier League, ainda dentro de campo. Além disso, o clube se destacou favorável a substituição temporária.

“A equipe médica do Leeds United sempre foi a favor de substituições temporárias de atletas para lesões na cabeça. Pois daria mais tempo à equipe para avaliar uma lesão e permitiria um período para que os sintomas se desenvolvessem”, afirmou o Leeds em comunicado.

Associação dos atletas pede substituições temporárias em caso de choques de cabeçaTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.