Tempestade Eunice deixa pelo menos 10 mortos no Reino Unido e partes da Europa Ocidental


Uma tempestade gerada no Oceano Atlântico, conhecida como Tempestade Eunice – que atingiu a Inglaterra e a Irlanda na sexta-feira (18) com ventos de até 160 quilômetros por hora, provocou 10 mortes no Reino Unido e partes da Europa Ocidental.

O Eunice tem velocidades extremas de vento que representam um perigo para a vida, disse o Escritório Meteorológico da Grã-Bretanha. A tempestade teve ventos de até 122 milhas por hora – o mais rápido já registrado no Reino Unido.

A tempestade também atingiu o oeste da Inglaterra, na Cornualha, onde grandes ondas atingiram a costa, enviando jatos d´água sobre os telhados das casas. Já no País de Gales, por exemplo, ondas quebravam no calçadão de Aberystwyth, algumas tão altas quanto as casas. Mais de 100 mil pessoas foram atingidas por cortes de energia quando as linhas foram derrubadas e árvores antigas tombaram.

O escritório de meteorologia expandiu seu raro alerta climático de “perigo à vida” antes da tempestade na manhã de sexta-feira para incluir a maior parte do sul da Inglaterra e parte do País de Gales.

Uma mulher foi morta em Muswell Hill, no norte de Londres, na sexta-feira, quando uma árvore caiu em seu carro, de acordo com um comunicado do Corpo de Bombeiros de Londres. Enquanto um homem de 50 anos também foi morto na sexta-feira enquanto dirigia seu carro em Liverpool, de acordo com Merseyside.

Em Hampshire, um homem morreu e outro ficou gravemente ferido em um acidente de carro. Ambos de 20 anos, estavam em um veículo quando uma árvore caiu em cima deles durante a tempestade. A polícia local está investigando as circunstâncias exatas do incidente.

Na Irlanda, um homem de 60 e poucos anos foi morto após ser atingido por uma queda de árvore, confirmou o serviço de polícia nacional, conhecido como Gardaí, informou à CNN. O homem, que não foi identificado, morreu no condado de Wexford, sudeste da Irlanda.

A tempestade também causou estragos na Europa continental, com a emissora alemã ZDF relatando duas mortes na Alemanha. Uma pessoa caiu do telhado e outra bateu seu carro em uma árvore.

Um inglês de 79 anos também morreu no oeste da Bélgica depois que ventos fortes o derrubarem de seu barco e cair na água de uma marina, informou a emissora estatal RTBF.

Enquanto isso, a brigada de incêndio de Amsterdã registrou três mortes devido à queda de árvores na Holanda na sexta-feira, enquanto a maior parte do país estava sob o maior alerta climático, com pessoas aconselhadas a ficar em casa antes da tempestade.

Próximo perigo

Os meteorologistas também levantaram a possibilidade de um jato sting, o fenômeno climático que se tornou a ‘grande tempestade de 1987’ – tão destrutiva e mortal. Na época, dezoito pessoas morreram e 15 milhões de árvores foram derrubadas em ventos que chegaram a 160 km/h.

Um jato sting é uma explosão muito estreita e concentrada de ventos poderosos de nível superior que podem se formar em sistemas climáticos poderosos. Ele desce à superfície da Terra e pode durar algumas horas, potencialmente causando danos à vida e à propriedade, conforme o meteorologista da CNN Derek Van Dam.

“O ‘ferrão (sting, em inglês)’ refere-se à formação de nuvens que cria, que se assemelha ao ferrão de um escorpião”, disse ele.

*Com informações da CNN Internacional

Este conteúdo foi originalmente publicado em Tempestade Eunice deixa pelo menos 10 mortos no Reino Unido e partes da Europa Ocidental no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.