Embaixada aconselha que brasileiros deixem região separatista na Ucrânia


A embaixada brasileira em Kiev, na Ucrânia, emitiu um aviso neste sábado (19) recomendando que brasileiros no país redobrem a atenção, evitando visitas às províncias ucranianas de Donetsk e Luhansk e aconselha aos “cidadãos que já estejam nessas regiões, que considerem deixá-las sem demora”.

No aviso, a embaixada alega que a orientação tem como base o “contexto do aumento das violações de cessar-fogo registradas na linha de contato no leste da Ucrânia”.

Outros 35 países também pediram que seus cidadãos deixem o território ucraniano diante da escalada das tensões na região e da possibilidade de confronto armado.

De acordo com a embaixada, os cidadãos brasileiros no país devem estar atentos sobre a possibilidade de outros cancelamentos ou adiamentos de voos internacionais na próxima semana.

O aviso da embaixada destaca que a empresa aérea Lufthansa anunciou na tarde deste sábado que vai suspender temporariamente seus voos de Kiev e Odessa a partir de segunda-feira (21) até, pelo menos, o final do mês.

Telegram

Na última terça-feira (15), o embaixador em Kiev, Norton de Andrade Mello Rapesta, divulgou nota anunciando a criação de um canal no aplicativo de mensagens Telegram para a comunidade brasileira no país ter acesso às comunicações da embaixada.

Na ocasião, a embaixada também disse operar normalmente com os serviços consulares como emissão de passaportes, visos e documentos notariais e de registro civil.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Embaixada aconselha que brasileiros deixem região separatista na Ucrânia no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.