O fone de ouvido solar


O Urbanista Los Angeles (US$ 199) parece só mais um fone Bluetooth, não chama a atenção na rua. Mas seu arco, na verdade, é uma placa fotovoltaica: ele é revestido de Powerfoyle, um tipo de placa solar flexível desenvolvido pela empresa sueca Exeger.

Ela capta energia para alimentar uma bateria interna, e é eficiente o bastante para fornecer toda a eletricidade necessária: quando o Urbanista é usado ao ar livre, mesmo em dias nublados, a placa gera energia suficiente para alimentar sozinha o fone, sem gastar a bateria (que dura 50 horas de uso em ambientes fechados ou no escuro). Em dias ensolarados, ele gera até um excedente: cada 30 minutos de uso captam eletricidade suficiente para alimentá-lo por 90 minutos.

<span class="hidden">–</span>Urbanista/Reprodução

O fone vem com um app que mostra quanta energia está recebendo e gastando, em tempo real. Ele já é compatível com o padrão Bluetooth 5.0, que promete uma conexão mais estável, e possui a tecnologia noise canceling – tem microfones que captam os ruídos do ambiente e gera ondas sonoras contrárias, que anulam os barulhos antes que você os ouça.

O cancelamento de ruído não é tão bom quanto o dos fones Sony WH-1000XM4, campeões nesse quesito (o Urbanista deixa passar um pouco de barulho e seus circuitos geram um chiado bem baixinho, que lembra o das fitas cassete, como efeito colateral). Ele também é um pouco mais pesado: tem 320 g, contra 254 g do Sony.

Compartilhe essa matéria via:

Continua após a publicidade


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.