Kia Sportage chegará ao Brasil em versão 1.6 híbrida leve que faz 16 km/l


Já não é segredo que a Kia lançará o novo Sportage 2023 no Brasil dentro de poucos meses. O que agora sabemos com mais detalhes, entretanto, são mais especificações do SUV médio, que deverá ser híbrido leve e virá com entre-eixos encurtado.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

As novas peças da “investigação” vieram graças ao leitor Alexandre Areias, que flagrou um veículo muito bem camuflado na cidade de Resende (RJ). Analisando seus detalhes, entretanto, descobrimos se tratar do Sportage na especificação europeia. O modelo deverá chegar ao Brasil do Velho Continente, sendo fabricado em Žilina, Eslováquia.

A principal diferença na versão europeia está no entre-eixos de apenas 2,68 m, 7,6 cm menor que o da versão alongada. Com balanço traseiro também diminuído, o SUV que chegará ao Brasil é 14,6 cm mais curto que o modelo global, com 4,51 m de comprimento.

Novo SUV vem sendo testado frequentemente na Via Dutra, entre SP e RJAlexandre Areias/Quatro Rodas

Híbrido leve

Dados obtidos por QUATRO RODAS mostram que a Kia trouxe ao nosso país uma versão do Sportage com motor o 1.6 T-GDI. Com ajuda do sistema elétrico de 48 V, o Sportage MHEV chega aos 150 cv e 25,5 kgfm. O câmbio é de dupla embreagem de sete velocidades, também oferecido no recém-lançado Kia Stonic e a tração é dianteira.

Comprimento encurtado não deve comprometer o amplo espaço do utilitárioAlexandre Areias/Quatro Rodas

Estabelecida por meio de uma correia dentada ligada ao virabrequim, a força do motor elétrico é útil principalmente para permitir que o motor a gasolina trabalhe com maior tempo de abertura das válvulas de admissão – não apenas o momento mas a duração da abertura é variável. Isso reduz a força do motor a gasolina, mas também reduz a emissão de poluentes e consumo, que, segundo testes europeus, é de até 15,9 km/l de gasolina.

Continua após a publicidade

Painel do novo Kia SportageDivulgação/Kia

Em situações de frenagem, a correia faz o trabalho inverso, alimentando a bateria que, em reação, gera uma força eletromagnética semelhante a um freio motor. A energia armazenada vira torque extra em arrancadas e serve para desligar o motor em descidas, contribuindo ainda mais para a economia.

Sistema híbrido leve eleva o preço do carro em cerca de R$ 10.000, mas promove evolução sensível no consumo do carroDivulgação/Kia

Telas e bastante espaço

Ainda que especificações detalhadas sejam desconhecidas — e uma variante híbrida plug-in não esteja descartada —, o Sportagem MHEV deve ser vendido no Brasil como versão SX. O modelo terá uma ampla tela curvada de série, que, seguindo a moda, integrará quadro de instrumentos digital e central multimídia, de 12,3’’ cada, dentro da mesma moldura.

Console central ganha espaço pela remoção das alavancas de freio e câmbioDivulgação/Kia

Recursos tecnológicos do Creta também são esperados, como a projeção de câmeras traseiras no painel, auxiliando a mudança de faixas, e controle de cruzeiro adaptativo com leitura de placas.

Curvatura facilita a visualização de extremidades dos displaysDivulgação/Kia

A sucursal europeia da Kia também priorizou espaço, apesar do entre-eixos mais curto. Como, ao contrário do Stonic, a bateria do Sportage fica sob os bancos de trás, o porta-malas tem generosos 591 l, e os ocupantes têm mais espaço para as pernas, ombros e cabeça.

Preço do novo Kia Sportage vendido no Brasil é esperado na casa dos R$ 250.000Divulgação/Kia

Antes do Kia Sportage o mercado brasileiro deverá receber o novo elétrico Kia EV6. Ainda neste ano, porém, a quinta geração do Sportage é esperada por preços na casa de R$ 250.000.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

A edição 754 de QUATRO RODAS já está nas bancas!Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

The post Kia Sportage chegará ao Brasil em versão 1.6 híbrida leve que faz 16 km/l appeared first on Quatro Rodas.