Fifa prevê lista com 26 para a Copa; quem pode se beneficiar na seleção?


A Fifa avalia a possibilidade de aumentar para 26 o número de atletas convocados por cada seleção para a disputa da Copa do Mundo, que acontecerá nos meses de novembro e dezembro no Catar. O estudo ainda precisará passar por aval do corpo técnico e do congresso internacional da entidade até meados de abril, quando ocorrerá o sorteio da Copa. Segundo o site ge.com, o acréscimo na lista se deve, principalmente, ao fato de que a competição será disputada ainda sob os efeitos da pandemia de Covid-19.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Como nas últimas edições do torneio, o que se aplica atualmente é o limite de 23 jogadores convocados por seleção. Caso aprovada, a nova dinâmica implicaria em algumas mudanças, que precisarão ser definidas na reunião como, por exemplo, quantos atletas poderiam ser relacionados em cada jogo.

Na seleção brasileira, as três vagas a mais devem preenchidas com atletas ofensivos. Vale lembrar que na última convocação, para as partidas diante de Equador e Paraguai, Tite convocou justamente 26 nomes.

PLACAR separou alguns que ainda não têm vaga garantida na Copa, mas que podem se beneficiar com a mudança no regulamento:

Roberto Firmino

Ausente das últimas convocações, o atacante conviveu com uma série de lesões que o afastaram de regularidade no Liverpool e na seleção brasileira. É um nome bem visto por Tite e pode retornar a brilhar usando a amarelinha. Na última quarta-feira, 14, diante da Inter de Milão, marcou o gol que abriu caminho para a vitória dos ingleses no primeiro duelo pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Com 30 anos, essa pode ser a última Copa de sua carreira.

Firmino pode voltar a ganhar espaço na seleção –Buda Mendes/Getty Images
Continua após a publicidade

Philippe Coutinho

Desde de que foi anunciado como reforço do inglês Aston Villa, no início de janeiro, o meio-campista tem feito boas aparições e mostrado o retorno do bom futebol. Até aqui já são quatro jogos, três gols marcados e duas assistências na Premier Legue. Aos 29 anos, Coutinho é nome que agrada a Tite, que mostrou confiança na boa forma do jogador na convocação para os primeiros compromissos das Eliminatórias este ano – após mais de um ano sem ser convocado devido à grave lesão no joelho. A opção do treinador passou longe de ser unanimidade, mas o jogador respondeu em campo ao marcar um dos quatro gols do Brasil na vitória diante do Paraguai.

Coutinho teve boa atuação diante do Paraguai –Lucas Figueiredo/CBF

Gabigol

O atacante rubro-negro tem ganhado chances de mostrar serviço na seleção brasileira, mas recebe constantes questionamentos por não repetir o mesmo desempenho de seu clube. O camisa 9 é mais um que tem perdido espaço na equipe, principalmente após as recentes aparições de Matheus Cunha – titular diante do Equador e do Paraguai. Em 2021, foram 12 jogos com a seleção e três gols marcados, mas ainda longe de fazer grandes atuações.

Pela seleção, em 2021, foram 12 jogos e três gols –Miguel Schincariol/Getty Images

Richarlison

Ausente das últimas convocações por conta de uma lesão na panturrilha sofrida em dezembro, Richarlison é outro que tem perdido espaço na seleção brasileira. Destaque na campanha do ouro olímpico em Tóquio, o atacante vê briga acirrada na seleção principal pela camisa 9 na Copa do Mundo. Voltando de lesão, fez cinco jogos pelo Everton este ano, com dois gols e uma assistência.

Richarlison perdeu espaço na seleção devido a lesão –Buda Mendes/Focus Features

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.