3 notícias sobre: o sistema Starlink


Rede ultrapassa a marca de 2.000 satélites

Um foguete Falcon 9 levou ao espaço mais 49 satélites da SpaceX, que agora tem 2.042 deles na órbita da Terra – dos quais aproximadamente 1.800 estão funcionando. O projeto da empresa de cobrir todo o planeta com sinal de internet prevê um total de 42 mil satélites (ela já obteve permissão da ITU, a agência da ONU que regula as telecomunicações globais, para lançar 12 mil).

Serviço obtém licença para operar no Brasil

A SpaceX recebeu da Anatel autorização para lançar o Starlink no país – onde ele poderá ajudar a conectar áreas remotas e pouco providas de internet, como fazendas. O preço e a data de lançamento ainda não foram definidos. Nos EUA, o Starlink custa US$ 99 por mês (também é preciso comprar uma antena, de US$ 499). A velocidade fica entre 100 e 200 Mbps.

Estação desviou para evitar colisão
A estação espacial Tiangong, que a China está construindo a 390 km de altitude, teve de mudar de trajetória duas vezes para impedir colisões com satélites Starlink. O governo chinês reclamou na ONU sobre os incidentes, que teriam ocorrido em 1 de julho e 21 de outubro de 2021 (mas só agora foram divulgados). A SpaceX diz que seus satélites manobram automaticamente para evitar choques.

Compartilhe essa matéria via:

Continua após a publicidade


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.