Líder do PSD defende filiação de Leite e diz que “ninguém treina um time para não jogar”


Em meio aos acenos do presidente do PSD, Gilberto Kassab, negocia o ingresso do governador do RS, Eduardo Leite, ao partido para disputar a Presidência da República, o líder da sigla no Senado, Nelsinho Trad, diz que “ninguém treina um time para não jogar”.

A declaração de Trad acontece em meio a especulações de que a filiação de Leite daria mais força política ao PSD nas negociações com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Nos bastidores, uma ala da política entende que, mesmo que se torne um candidato mais viável para ocupar o espaço da chamada terceira via, Leite não teria força suficiente para pôr fim à polarização entre o PT e o presidente Jair Bolsonaro.

Nesse cenário, o governador do RS poderia acabar sem espaço. Trad disse à CNN, no entanto, que o momento de os partidos fazerem “testagens, experiências e suposições” é agora. Mas, segundo ele, “ninguém treina um time para não jogar”. “Para que isso possa acontecer, ele [Eduardo Leite] precisa vir e colocar o nome dele à disposição”, afirmou o senador.

“Ideologicamente, ele preenche os requisitos pragmáticos do partido”, completou.

Trad lembra que o movimento do governador do RS só pode ser concretizado caso o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, abra mão de ser o candidato do PSD ao Palácio do Planalto. O senador disse que, hoje, o caminho do partido é pela candidatura própria. “Esse é o nosso caminho. Dentro partido existem indicações de diferentes apoios, o partido se notabilizou pela independência e harmonia, mas acredito que deveremos ter uma candidatura própria”, afirmou.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Líder do PSD defende filiação de Leite e diz que “ninguém treina um time para não jogar” no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.