Campanha da Victoria’s Secret apresenta primeira modelo com síndrome de Down


Esta semana, a modelo Sofia Jirau, de 24 anos, se tornou a primeira pessoa com síndrome de Down a aparecer em uma campanha da Victoria’s Secret.

A porto-riquenha apareceu ao lado de outras 17 mulheres para promover a nova coleção Love Cloud, que a marca criou para “reforçar o compromisso da Victoria’s Secret de acolher e celebrar todas as mulheres”, de acordo com um comunicado à imprensa.

O grupo é formado por modelos profissionais e não profissionais, de todos os tons de pele, tamanhos de corpo e idades.

Rostos famosos como Hailey Bieber, Taylor Hill e Adut Akech se juntam a Celilo Miles, uma bombeira indígena que posa com seu capacete, e Sylvia Buckler, designer de acessórios e mãe que segura sua barriga de gravidez para a foto. Valentina Sampaio, que se tornou a primeira modelo abertamente transgênero da marca de lingerie em 2019, também está na campanha.

Modelos da atual campanha da marca/ Victoria’s Secret

“Um dia sonhei, trabalhei nisso e hoje é um sonho realizado. Finalmente posso compartilhar meu grande segredo. Sou a primeira modelo com síndrome de Down da Victoria (sic) Secret!”, diz uma publicação de Sofia no Instagram.

“Obrigado a todos vocês que sempre apoiaram meus projetos. Obrigado Victoria’s Secret por ver uma modelo em mim… e me fazer parte da campanha de inclusão Love Cloud Collection. Este é apenas o começo!”

Jirau é modelo desde 2019 e também possui uma loja online chamada “Alavett”, um jogo de palavras em espanhol e inglês para a frase “Eu amo isso”. Em fevereiro de 2020, Jirau se tornou uma das poucas modelos com síndrome de Down a desfilar na New York Fashion Week. Ela enfatiza, por meio de suas contas nas redes sociais, que seu objetivo é incentivar outras pessoas a perseguir seus sonhos.

“Eu sempre digo ‘Por dentro e por fora não há limites’ para motivar as pessoas a superar suas limitações auto-impostas”, ela escreve em seu site.

A modelo brasileira Valentina Sampaio faz parte do time de embaixadores da marca, lançado no ano passado, bem como da nova campanha Love Cloud / Victoria’s Secret

A nova campanha diversificada faz parte das tentativas contínuas da marca de reformular a imagem de sexy que ela cultivou por décadas. Após críticas à resistência da marca a uma representação mais ampla e ao cancelamento de seu tão esperado desfile de moda na televisão, a Victoria’s Secret sinalizou no verão passado que se concentraria na criação de lingerie para mulheres de todas as formas, tamanhos e origens.

“The Angels” foi aposentado – o nome de longa data das supermodelos da marca – para dar lugar ao VS Collective, um programa de embaixadores com sete mulheres conhecidas por seu trabalho de defesa, incluindo a jogadora de futebol Megan Rapinoe e a atriz Priyanka Chopra Jonas.

Alguns dos membros fundadores do VS Collective agora são apresentados na campanha Love Cloud, incluindo Bieber, Akech, Sampaio e a modelo plus size Paloma Elsesser.

O diretor criativo Raúl Martinez disse em comunicado que a campanha é “um momento importante na evolução da marca”.

“Desde o elenco de mulheres incríveis que dão vida à coleção, ao incrível espírito inclusivo no set, esta campanha é uma parte importante do novo padrão da Victoria’s Secret que estamos criando”, disse ele.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Campanha da Victoria’s Secret apresenta primeira modelo com síndrome de Down no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.