MDB, União Brasil e PSDB definem federação até março


Os membros do PSDB, MDB e União Brasil se reuniram nesta terça-feira (15) para discutir a possibilidade de as legendas formalizarem uma federação partidária por pelo menos quatro anos.

Os presidentes dos partidos, Luciano Bivar (União Brasil), Bruno Araújo (PSDB) e Baleia Rossi (MDB) avançaram nas negociações. Entretanto, a definição sobre uma federação entre as legendas não virá antes de março. As informações são da analista de política da CNN Renata Agostini.

Bruno Araújo diz que o partido e João Doria, que é o pré-candidato tucano, estão dispostos a –uma vez fechada a federação– negociar o candidato à Presidência da República. Conforme apuração da analista da CNN, Doria pode abrir mão de ser cabeça de chapa da federação.

Em análise ao CNN 360º, Renata Agostini destaca que os partidos não podem desconsiderar o nome da senadora Simone Tebet (MDB-MS), além de um possível nome a ser apresentado pelo União Brasil, como já foi cogitado o do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta.

Se a federação for consolidada, o movimento passa a expressar a terceira via de fato, de acordo com a analista da CNN.

CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto pela TV e por nossas plataformas digitais.

Este conteúdo foi originalmente publicado em MDB, União Brasil e PSDB definem federação até março no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.