Número de fãs da NFL no Brasil cresce a cada ano; Super Bowl será neste domingo


A National Football League (NFL), a liga de futebol americano dos Estados Unidos, vem ganhando cada vez mais torcedores no Brasil. De acordo com a pesquisa Sponsorlink, do Ibope Repucom, em cinco anos esse número cresceu 117%.

O Super Bowl, que é a última partida da temporada, será disputado neste domingo (13), no SoFi Stadium, em Los Angeles, entre Los Angeles Rams e Cincinnati Bengals. O jogo está marcado para 20h30 (horário de Brasília).

“A NFL fez eu me apaixonar pelo futebol americano e começar a praticar o esporte aqui no Brasil. “É difícil alguém não gostar de futebol americano quando entende as regras”, diz Vitor Andrade, estudante de Direito que mora na capital paulista.

Ele assistiu ao primeiro jogo da liga de futebol americano em 2015, no Super Bowl XLIX (a edição atual é a LVI), disputado entre New England Patriots – que, à época, contava com Tom Brady, considerado o maior jogador de futebol americano de todos os tempos, mas que anunciou aposentadoria neste ano – e o Seattle Seahawks.

Desde então, o número de torcedores no Brasil vem crescendo exponencialmente.

De acordo com a Sponsorlink, pesquisa realizada pelo Ibope Repucom, 15,2 milhões de pessoas se declaravam fãs de futebol americano em 2016 no Brasil. Em 2021, esse número saltou para 33 milhões de torcedores.

Ainda de acordo com a pesquisa, 51% desse público é do sexo masculino, sendo 61% entre 18 e 39 anos.

Vitor diz que sua paixão pelo futebol americano está no mesmo nível que a paixão dele pelo futebol “tradicional” disputado no Brasil.

“Se tiver passando algum jogo de futebol americano e um jogo de futebol, provavelmente vou escolher o futebol americano. Pela qualidade”, comenta o estudante.

O Super Bowl leva isso além. É um dos principais eventos esportivos do mundo, com um show durante o intervalo que reúne grandes artistas de relevância mundial e tem cotas de propaganda milionárias.

Aqui no Brasil, as pessoas costumam se reunir em bares ou com a família e amigos para assistir à decisão.

Fernando Ferreira, de 36 anos, mora na zona sul de São Paulo e é professor de futebol americano pelo F35 e Centro de Treinamento Touchdown. Ele é um dos fundadores do Spartans Football, time da modalidade aqui no Brasil, e conta que começou a torcer em 2007, mesmo ano de fundação do clube. A ideia era juntar os amigos para praticar o esporte.

“No Spartans, sempre fazemos algum evento no dia do jogo. Normalmente nos reunimos em algum lugar para nos divertir e torcer”, afirma.

Essa torcida também já o levou até os Estados Unidos. Fernando conta que ganhou uma promoção em 2013 para ver o Super Bowl XLVII, entre New Orleans Saints e Baltimore Ravens, time que torce.

O crescimento também pode ser visualizado com o NFL Game Pass, um aplicativo que permite aos assinantes assistirem aos jogos da liga. Em cinco anos, o número de assinantes saltou de 5.000 para 100 mil nesta temporada.

O preço da assinatura para uma temporada é de R$ 50, mas para assistir apenas ao Super Bowl há uma promoção de seis reais.

Outro investimento feito no Brasil é a loja oficial da NFL, lançada em outubro de 2021.

Os times norte-americanos também perceberam as oportunidades no território brasileiro. O Miami Dolphins escolheu o Brasil, no fim do ano passado, para ações de marketing chanceladas pela NFL – mesmo que, nesta temporada, não tenham realizado nenhuma ativação da marca por aqui.

Expansão nas redes sociais

O crescimento do interesse dos brasileiros pela NFL acompanhou o investimento da liga no país.

Pedro Monteiro, CEO da Effect Sports, empresa responsável pelo plano de expansão da liga no Brasil desde 2015, reconhece o crescimento e afirma que as próximas ações visam atingir cada vez mais brasileiros que não conhecem o esporte.

“A principal delas, sem dúvidas, é voltar à TV aberta para todo país. Certamente alcançaremos um público que ainda não conhece a NFL, não conhece o futebol americano, mas que se encantará com o espetáculo que é o Super Bowl”, afirma.

Além do NFL Game Pass, foram criados perfis em português para a comunidade. Juntos, eles somam mais de 800 mil curtidas e seguidores.

Veja os números dos perfis da NFL em português:

  • Instagram: 467 mil seguidores (criado em junho de 2016)
  • Twitter: 208 mil seguidores (criado em agosto de 2016)
  • TikTok: 204 mil seguidores (criado em agosto de 2016)
  • YouTube: 18 mil seguidores (criado em agosto de 2021)

Segundo um levantamento do Twitter, desde o início da temporada atual, em 9 de setembro de 2021, até o dia 8 de fevereiro de 2022, o Brasil foi o quarto país que mais tweetou sobre o tema no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, Canadá e México.

Além disso, o volume de tweets durante a temporada regular e os playoffs foi 16% superior em relação ao mesmo período da edição passada.

Veja os times mais mencionados pelos brasileiros:

  • Green Bay Packers (@packers)
  • Cincinnati Bengals (@Bengals)
  • New England Patriots (@Patriots)
  • San Francisco 49ers (@49ers)
  • Kansas City Chiefs (@Chiefs)

Jogadores mais comentados:

  • Tom Brady (@TomBrady)
  • Aaron Rodgers (@AaronRodgers12)
  • Jimmy Garoppolo (@JimmyG_10)
  • Josh Allen (@JoshAllenQB)
  • Mac Jones (@MacJones_10)

Shows

Além do jogo propriamente dito, as edições do Super Bowl são marcadas por grandes apresentações musicais. Neste ano, estão programados shows dos seguintes artistas: Snoop Dogg, Eminem, Dr. Dre, Mary J. Blidge e Kendrick Lamar.

Outros grandes nomes da música internacional também já se apresentaram, como Rolling Stones, Madonna, Lady Gaga, Michael Jackson, Britney Spears, Aerosmith e U2.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Número de fãs da NFL no Brasil cresce a cada ano; Super Bowl será neste domingo no site CNN Brasil.