Vacinação foi crucial para a recuperação do setor de serviços, diz economista


O economista e professor da FGV Gesner Oliveira, em entrevista à CNN, comentou os resultados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre o setor de serviços no Brasil.

Os dados divulgados na quinta-feira (10) apontaram que o setor de serviços registrou alta de 10,9%, superando as perdas de 2020, quando recuou 7,8%. A maior taxa para um fechamento de ano desde o início da séria histórica em 2012.

Para o economista, o avanço da “vacinação foi um fator crucial para observarmos essa recuperação do setor. Mesmo com todas as incertezas econômicas, para que tenhamos a reativação de bares, shows e restaurantes, é preciso de segurança”, afirmou.

Gesner disse que os resultados mostram “uma recuperação expressiva, maior do que as expectativas do mercado, principalmente para um setor fortemente impactado pela pandemia”.

Sobre as expectativas para o ano de 2022, o economista reforçou a necessidade de continuar com o ritmo de vacinação e medidas de segurança.

“Se o Brasil continuar com as medidas preventivas para controlar a pandemia, a perspectiva para o ano é boa. Temos incertezas mundiais e gerais da pandemia, mas devemos observar uma continuidade dessa recuperação, em particular, dos serviços prestados às famílias e os serviços turísticos”, disse.

Por fim, Gesner observou que, historicamente, as “economias têm uma boa recuperação após pandemias”. Por outro lado, o economista pontua que “estamos diante de incertezas e possíveis ruídos eleitorais, mas com perspectivas boas”, concluiu.

Gesner Oliveira, economista e professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV). / CNN/Reprodução

Este conteúdo foi originalmente publicado em Vacinação foi crucial para a recuperação do setor de serviços, diz economista no site CNN Brasil.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.