Busca de crédito por consumidor sobe 7,2% em janeiro, diz Serasa Experian


O ano de 2022 foi iniciado com alta na procura por crédito pelos consumidores. De acordo com o Indicador de Demanda do Consumidor por Crédito da Serasa Experian, o aumento foi de 7,2% no comparativo entre janeiro deste ano e o mesmo mês de 2021.

Na análise por região, o indicador mostra que todas apontaram alta nos pedidos pelo recurso financeiro, porém o Centro-Oeste registrou maior aumento, com 16,0%, seguido pela região Norte, com 14,5%.

De acordo com o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, o mês de janeiro com os débitos de início de ano, como IPVA, IPTU, materiais escolares, entre outros, torna o crédito um forte aliado para complementação da renda visando pagar as contas.

“Os consumidores que precisam fechar as contas do fim do mês recorrem ao recurso financeiro para não ficar no vermelho. No entanto, as altas taxas de juros, também encareceram o acesso ao crédito.Por isso, embora as pessoas continuem precisando, o mês de janeiro registrou o menor percentual dos últimos três meses”, explica.

Ainda na comparação ano a ano, a análise por faixa de renda mostra que as pessoas que recebem até R$ 500 por mês continuam sendo aquelas que mais demandam crédito no Brasil, com alta de 7,9%.

Na sequência, a pesquisa mostra que estão os consumidores que ganham entre R$ 1.000 e R$ 2.000 mensais, com 7,4%, seguido por aqueles que tem renda entre R$ 500 e R$ 1.000, com 7%.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Busca de crédito por consumidor sobe 7,2% em janeiro, diz Serasa Experian no site CNN Brasil.