Ex-Cruzeiro, Ramón Ábila acerta transferência para clube argentino


Fora dos planos do Boca Juniors, Ramón Ábila deixou o clube após quatro temporadas

Ex-jogador do Cruzeiro, o atacante Ramón Ábila, de 30 anos, acertou sua transferência para o Colón. O jogador, que pertencia ao Boca Juniors, defendeu o DC United, dos Estados Unidos, na temporada passada.

O Torcedores.com apurou que Ramón Ábila assinou contrato de três temporadas com a equipe de Santa Fé. A princípio, os clubes estão na fase de troca de documentos. Após superar a parte burocrática, ele irá, enfim, se apresentar para dar início aos treinos no Colón.

A negociação foi facilitada após o técnico do Boca Juniors, Sebastián Battaglia, escantear, como se diz na gíria do futebol, o jogador. Ramón Ábila não agrada a comissão técnica e o clube estava aguardando propostas para liberá-lo.

Ainda segundo apurou a reportagem, o Colón pagou US$ 1,7 milhões (R$ 8,9 milhões, pela cotação atual) para adquirir 100% dos direitos econômicos do atleta junto ao Boca Juniors. Lá, ele vai ganhar US$ 1 milhão (R$ 5,5 milhões) por ano. Ou seja, US$ 87 mil (R$ 460 mil) por mês.

Ramón Ábila foi contratado pelo Boca Juniors, há quatro anos, em junho de 2017, após boa temporada pelo Cruzeiro. O atacante deixou o futebol brasileiro em definitivo em uma negociação que rendeu US$ 1,25 milhão (R$ 6,5 milhões, à época) aos cofres celestes.

Desde então, ele conquistou o Campeonato Argentina (2018 e 2020), a Copa da Argentina (2014), a Copa da Liga Argentina (2020) e a Supercopa da Argentina (2015 e 2019). Apesar disso, o jogador entrou para a lista de “negociáveis” do Boca Juniors no começo de 2022.

E o que o Cruzeiro tem a ver com isso?

Em 2016, Ramón Ábila foi contratado com status de artilheiro após marcar 16 gols pelo Huracán no Campeonato Argentino. Ele chegou ao clube com a aprovação do técnico português Paulo Bento que desejava um “legítimo camisa 9” para reforçar o elenco celeste durante sua passagem pela Toca da Raposa.

No ano seguinte, a diretoria do clube mineiro se “livrou” de Ramón Ábila. Afinal, o acordo com o Huracán previa o pagamento de US$ 4 milhões (R$ 12,5 milhões, à época) por conta de uma cláusula de produtividade que obrigava a Raposa a adquirir mais 50% dos direitos econômicos do atleta.

Com a ida para o Boca Juniors, a cláusula foi encerrada e o Cruzeiro não precisou fazer um investimento milionário. Pelo clube mineiro, ele disputou 60 partidas, marcou 25 gols e fez uma assistência. Nesse ínterim, integrou o grupo que conquistou, sob o comando de Mano Menezes, a Copa do Brasil de 2017.

Ex-Cruzeiro, Ramón Ábila acerta transferência para clube argentinoTorcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.